Show simple item record

dc.contributor.advisorDorneles, Beatriz Vargaspt_BR
dc.contributor.authorPisacco, Nelba Maria Teixeirapt_BR
dc.date.accessioned2019-11-30T04:05:24Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/202156pt_BR
dc.description.abstractA presente tese é composta por quatro estudos quali e quantitativos que investigaram a expressão escrita de estudantes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) provenientes do ensino fundamental público de Porto Alegre-Brasil. Os dois primeiros estudos são transversais e caracterizaram o perfil ortográfico de estudantes do 3º ao 9º ano. O Estudo 1 comparou o desempenho ortográfico de uma amostra geral de 573 estudantes com os dados da amostra normativa do Ditado Balanceado. O Estudo 2 comparou o desempenho ortográfico de um grupo TDAH (n=91) e de um grupo controle (n=521). O terceiro estudo caracterizou o desempenho em produção de texto e ditado de 47 pré-adolescentes e adolescentes com TDAH comparando a escrita de estudantes dos 5º e 6º anos (n=23) com os de 7º ao 9º anos (n=24) e verificou as correlações entre escolaridade, memória de trabalho, potencial intelectual e intensidade dos sintomas do transtorno. O último estudo verificou e comparou os efeitos de duas intervenções metacognitivas no desempenho em expressão escrita de 47 estudantes do 5º ao 9º ano com TDAH, sendo uma intervenção combinada em produção de texto e MT e outra com foco único em MT. A seleção das amostras e desenvolvimento da pesquisa ocorreu no contexto escolar. Os sintomas de TDAH foram relatados pelos professores pelo SNAP-IV. Uma equipe multidisciplinar realizou o diagnóstico de TDAH, conforme os critérios DSM-IV. Ditado Balanceado, produção de texto narrativo e questionário de autoavaliação foram tarefas utilizadas para avaliar a escrita. Os principais resultados dos primeiros estudos indicaram que o desempenho da amostra geral foi semelhante ao da amostra pesquisada na normatização do teste, porém com maior frequência de erros relacionados à conversão grafema fonema. O desempenho ortográfico do grupo controle foi semelhante aos escores normatizados e do grupo TDAH foi significativamente inferior, com prevalência de 70% de baixo desempenho. O terceiro estudo mostrou que os pré-adolescentes e adolescentes com TDAH apresentam prejuízos em diferentes habilidades de expressão escrita e nos processos de planejamento, tradução e revisão da escrita. O grupo de 7º ao 9º ano teve melhor desempenho em ortografia do que o grupo de 5º e 6º ano, mas não diferiu na produção de texto. Foram encontradas correlações moderadas entre idade, potencial intelectual, memória de trabalho (MT) e intensidade dos sintomas do TDAH com desempenho em habilidades específicas de escrita. Os resultados do quarto estudo sugerem que a intervenção combinada demonstrou-se mais eficaz para a melhoria da qualidade geral do texto, articulação das ideias, estrutura da narrativa, revisão do texto, estruturação dos parágrafos e da pontuação do que a intervenção com foco único. Ambas as intervenções contribuíram para melhoria em diversas medidas do texto narrativo e do componente buffer episódico da MT. Conclui-se que, embora a expressão escrita possa ser deficitária para grande parte dos estudantes com TDAH, intervenções que estimulam o uso de estratégias metacognitivas de produção de texto e memória de trabalho podem contribuir para a melhoria do desempenho nesta área de aprendizagem.pt_BR
dc.description.abstractThe present thesis is formed by four quantitative and qualitative studies that investigated writing performance of students with attention-deficit hyperactivity disorder (ADHD). The students are from public elementary schools of Porto Alegre-Brazil. The two first studies characterized spelling profile of students from 3rd to 9th grade. Study 1 compared the writing performance of a general sample of 573 students with standardized scores in Balanced Dictation. Study 2 described the spelling profile of 612 students comparing ADHD group (n=91) and the control group (n=521). The third study characterized the performance in spelling and text production of 47 pre-adolescents and adolescents with ADHD. It compared students’ writings from 5th to 6th grades (n=23) to the ones from 7th to 9th grade. The last study verified and compared the effects of the two metacognitive interventions in performance of writing expression of students with ADHD, being one of the interventions combined in text production and teachers through SNAP-IV reported working memory (WM) and the other with unique focus on WM. ADHD symptoms. A multidisciplinary team performed ADHD diagnosis according to DSM-IV criteria. Balanced Dictation, narrative text production and self-evaluation questionnaire were the tasks used to assess the writing performance. The principal results of studies 1 and 2 indicated that general sample performance was similiar to the Balanced Dictation scores, however, with tardy overcoming of errors related to phoneme-grapheme conversion. The control group had similar scores to the ones of the test and for the ADHD group scores were significantly lower, with 70% prevalence of low performance. The third study the third study showed that the students with ADHD present losses in different writing expression abilities and in and planning, translation and review writing processes. The group from the 7th to 9th grade obtained better performance in spelling than the group from 5th to 6th grade, but there was no difference in text production. Moderate correlations were found in age, intellectual potencial, WM and ADHD symptoms intensity with performance in specific writing abilities. The results of the fourth study suggests thatthe combined intervention displayed to be more effective for the improvement of the general improvement of the text, articulation of ideas, structured narrative and episodic buffer component of WM. In conclusion, although the writing expression may have déficits for important part of students with ADHD, interventions that estimulate the use of metacognitive strategies for text production and working memory may contribute for the improvement of performance in this of learning area.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectWriting expressionen
dc.subjectAlunopt_BR
dc.subjectAttention-deficit hyperactivity disorder combined interventionen
dc.subjectEnsino fundamentalpt_BR
dc.subjectEscritapt_BR
dc.subjectWorking memoryen
dc.subjectTranstorno de déficit de atençãopt_BR
dc.subjectProdução de textospt_BR
dc.subjectIntervençãopt_BR
dc.titleExpressão escrita de estudantes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade : caracterização e intervençãopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.identifier.nrb000996109pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2016pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record