Show simple item record

dc.contributor.advisorFolmer, Vanderleipt_BR
dc.contributor.authorBarbosa, Luciana Uchôapt_BR
dc.date.accessioned2020-06-24T03:39:36Zpt_BR
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/210528pt_BR
dc.description.abstractA Metodologia da Problematização (MP) tem sido muito usada em pesquisas da área da saúde e educação. É considerada uma estratégia pedagógica inovadora, de ensino e de aprendizagem, que favorece a formação de um profissional mais crítico e com mais habilidades para enxergar os problemas e solucioná-los. Nos últinos anos, o conceito de desenvolvimento profissional docente (DPD) tem se modificado, essa mudança justifica-se porque o DPD tem sido considerado como algo mais amplo no processo ensino – aprendizagem. Compreende-se como um momento em que o professor passa a construir novos conhecimentos e competências para melhorar sua prática docente, alinhando-se aos propósitos da educação de qualidade. Em relação a educação para a sexualidade é necessário reforçar que não consiste em apenas prevenir gravidez e infecções sexualmente transmissíveis, mas abrange diversos componentes, tais como a dimensão ética, cultural e psicológica, fundamentais para a saúde e bem-estar da pessoa. Entretanto, para que esta temática seja também implementada no contexto escolar, com abordagem que considere suas dimensões e que atenda às necessidades dos adolescentes, é necessário que os professores estejam devidamente preparados para assumirem tal responsabilidade. Assim, garantir um espaço de discussão e formação desses profissionais deve ser estimulado, podendo ter como estratégia pedagógica a Metodologia da Problematização (MP). Considerando a relevância do tema e o fato de ainda existirem lacunas na formação docente em relação à educação para a sexualidade, este estudo teve como objetivo principal avaliar a MP com o arco de Maguerez no DPD em educação para a sexualidade. Para isso, foi realizada uma pesquisa exploratória e descritiva com abordagem qualitativa. O percurso metodológico transcorreu em 3 etapas. Na primeira etapa, foi realizada uma análise documental com perfil de pesquisa bibliográfica dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), o Plano Nacional de Educação (PNE) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Na segunda etapa, docentes que atuam no ensino fundamental nos anos finais (6º ao 9º ano) de uma escola no interior de Pernambuco responderam a um questionário com indagações sobre o desenvolvimento de educação para a sexualidade na escola, como são essas abordagem e quais as facilidades e dificuldades encontradas. Na terceira etapa, foi ofertado desenvolvimento profissional docente, tendo como temática a educação para a sexualidade no espaço escolar. Essa atividade foi desenvolvida utilizando a MP com o arco de Maguerez. Em seguida, buscouse identificar, por meio de outro questionário, as possíveis contribuições da MP para a prática docente. Na pesquisa documental, observou-se que nos últimos anos, os documentos oficiais que norteiam as políticas educacionais no Brasil, vêm sofrendo um mecanismo de interdição e silenciamento para controlar e regular a temática sexualidade na escola, refutando o direito à informação. Quanto ao desenvolvimento e abordagem da educação para a sexualidade na escola,foi possível constatar que o tema na escola pesquisada não está consolidada e não envolve todos os docentes, ficando a responsabilidade desta prática para o professor de Ciências. Os resultados também demonstraram que a abordagem ocorre de maneira frágil, direcionada para os aspectos preventivos e biologizados e com certo receio por parte dos professores. De acordo com os professores pesquisados, o tema educação para a sexualidade é muito atrativo aos escolares, o interesse no assunto decorre da curiosidade e dúvidas, facilitando a prática docente. Relacionado às dificuldades, os professores apontaram que a falta de uma formação é considerada um empecilho na implementação da educação para a sexualidade, tornando-os desmotivados e inseguros. Os pais também foram apontados como um dos principais fatores que dificultam o desenvolvimento do tema na escola. Constatou-se que por meio da MP foi possível inovar na proposta de formação docente, rompendo com os modelos tradicionais. Possibilitou que os professores explorassem a realidade e elencassem de maneira coletiva e participativa os problemas relacionados à educação para a sexualidade na escola, gerando reflexão sobre os aspectos éticos e atitudinais no contexto do fazer pedagógico acerca do tema. Verificou-se que a MP contribuiu para a construção de novos conhecimentos sobre a temática de maneira significativa, proporcionando segurança e maior autonomia aos professores para abordarem o tema sexualidade em sala de aula. Revelou-se ainda ser eficaz na aproximação e interação entre os familiares e a escola para discussão e reflexão acerca da importância e necessidade do tema em ambos os contextos. A MP também favoreceu que os professores e os familiares compartilhassem os problemas, experiências e êxitos relacionados ao diálogo e ensino sobre sexualidade junto aos filhos e escolares. Também permitiu que os professores conhecessem como os pais lidam com a educação para a sexualidade no convívio familiar e o que pensam sobre a escola abordar o tema na sala de aula. Com isso, permitiu aos professores motivação e empoderamento para sua implementação em sala de aula. Diante do exposto, fica a proposta de utilizar a MP com o arco de Maguerez como estratégia pedagógica para o desenvolvimento profissional docente em educação para a sexualidade. Considerando que se trata de um tema pertinente, sugere-se que novas pesquisas sejam realizadas envolvendo os adultos de referência (pais, professores e profissionais de saúde), também utilizando a MP.pt_BR
dc.description.abstractThe Problematization Methodology (MP) has been widely used in health and education research. It is considered an innovative pedagogical strategy, of teaching and learning, which favors the formation of a more critical professional with more skills to see the problems and solve them. In recent years, the concept of teacher professional development (DPD) has changed this change is justified because DPD has been considered as something broader in the teaching - learning process. Understands as a moment when the teacher starts to build new knowledge and skills to improve his teaching practice, in line with the purposes of quality education. In relation to sex education, it is necessary to reinforce what is not only prevention and sexually transmitted infection, but includes several components, such as the ethical, cultural and psychological dimension, which are fundamental to the person's health and well-being. However, for this theme to also be implemented in the school context, with an approach that considers the measures and the needs of adolescents, it is necessary for teachers who are individually prepared for responsible responsibility. Thus, ensuring a space for discussion and training of these professionals should be encouraged, and the Pedagogical Methodology (PM) may be used as a pedagogical strategy. Considering the relevance of the theme and the fact that there are still gaps in teacher training in relation to sexuality education, this study aimed to evaluate PM with the Maguerez arch in the DPD in sexuality education. For this, an exploratory and descriptive research with a qualitative approach was carried out. The methodological path took place in 3 stages. In the first stage, a documentary analysis was carried out with a bibliographic research profile of the official documents, the National Curriculum Parameters (PCN), the National Education Plan (PNE) and the National Common Curricular Base (BNCC). In the second stage, teachers who work in elementary school in the final years (6th to 9th grade) of a school in the interior of Pernambuco answered a questionnaire with questions about the development of sexuality education at school, what are these approaches like and what are the facilities and difficulties encountered. In the third stage, teaching professional development was offered, with the theme of education for sexuality in the school space. This activity was developed using a PM with a Maguerez bow. Then, you can identify, through another questionnaire, as possible contributions of the MP to the teaching practice. In documentary research, it was observed that in recent years, the official documents that guide educational policies in Brazil, have suffered a mechanism of interdiction and silencing to control and regulate sexuality in school, refuting the right to information. As for the development and approach of sexuality education at school, it was possible to verify that sexual education at the studied school is not consolidated and does not involve all teachers, leaving the responsibility of this practice to the Science teacher. The results also demonstrated that the approach occurs in a fragile way, directed to preventive and biologized aspects and with a certain fear on the part of teachers. According to the teachers surveyed, the topic of sexual education is very attractive to students, interest in the subject stems from curiosity and doubts, facilitating teaching practice. Related to the difficulties, the teachers pointed out that the lack of training is considered a hindrance in the implementation of sexuality education, making them unmotivated and insecure. Parents were also identified as one of the main factors that hinder the development of the theme at school. It was found that through the MP it was possible to innovate in the proposal of teacher training, breaking with traditional models. It made it possible for teachers to explore reality and list in a collective and participatory way the problems related to sexuality education at school, generating reflection on ethical and attitudinal aspects in the context of pedagogical practice on the theme. It was found that the MP contributed to the construction of new knowledge on the subject in a significant way, providing security and greater autonomy to teachers to address the topic of sexuality in the classroom. It also proved to be effective in bringing together and interacting between family members and the school for discussion and reflection on the importance and need for the theme in both contexts.The MP also favored that teachers and family members share the problems, experiences and successes related to dialogue and teaching about sexuality with their children and schoolchildren. It also allowed teachers to learn about how parents deal with sexuality education in the family and what they think about the school addressing the theme in the classroom. With that, it allowed teachers motivation and empowerment for their implementation in the classroom. Given the above, there is the proposal to use PM with the Maguerez bow as a pedagogical strategy for the professional development of teachers in sexuality education. Considering that this is a relevant topic, it is suggested that further research be carried out involving the reference adults (parents, teachers and health professionals), also using the MP.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.subjectContinuing Formationen
dc.subjectProblematization methodologyen
dc.subjectEducação continuadapt_BR
dc.subjectSexualityen
dc.subjectAprendizagem baseada em problemaspt_BR
dc.subjectSchoolen
dc.subjectEducação sexualpt_BR
dc.titleA metodologia da problematização como estratégia pedagógica para o desenvolvimento profissional docente em educação para a sexualidadept_BR
dc.title.alternativeThe problematization methodology as a pedagogical strategy for professional teacher development in education for sexuality en
dc.typeTesept_BR
dc.identifier.nrb001115489pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Ciências Básicas da Saúdept_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2020pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record