Show simple item record

dc.contributor.advisorPavão, Antônio Carlospt_BR
dc.contributor.authorAraújo, Carlos Wagner Costapt_BR
dc.date.accessioned2020-01-17T04:10:39Zpt_BR
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/204484pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa nasce de uma trajetória e anseios do pesquisador em conhecer a educação científica dos professores e alunos de uma escola da educação básica e de uma Feira de Ciências no estado de Pernambuco. Assim teve como propósito analisar, mapear, caracterizar a metodologia de 293 trabalhos selecionados para a 23ª Ciência Jovem, que é uma Feira de Ciências organizada pelo Espaço Ciência, Museu Interativo vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco. Na escola pesquisada possui o Museu de Ciências Ricardo Ferreira. Para compreender as especificidades dos dois contextos, traçou-se um diálogo entre os integrantes do Museu e da Ciência Jovem, a partir da Pedagogia da Pergunta e do Ensino de Ciências Baseado em Investigação. A pesquisa está organizada em questões teóricas sobre formação de professores, centros e museus de ciência, feiras de ciências, educação científica e Pedagogia da Pergunta. Ainda visa apresentar os resultados, análise dos dados e mapeamento dos resumos selecionados para a Feira. Os dados foram coletados através de entrevistas, diário de bordo, fotografias, vídeos e documentos produzidos, bem como avaliados mediante a análise de conteúdo. Nesse sentido, buscamos responder a seguinte questão: a educação científica enquanto prática pedagógica na educação básica pode contribuir para provocar as aulas de ciências, mediante as atividades planejadas, tempo para realização e acompanhamento das investigações? A pesquisa envolveu a análise de conceitos, obstáculos, perguntas, caminhos metodológicos e teóricos dos participantes. Também foi verificado, se mapas conceituais podem colaborar na organização e apropriação de conceitos por parte dos participantes. Os resultados revelaram que o museu de ciência, enquanto recurso didático, podem contribuir e provocar o ensino de ciências, promovendo a educação científica nas escolas da educação básica e que as Feiras de Ciências têm um potencial para revolucionar a educação básica.pt_BR
dc.description.abstractThis research is born of a trajectory and aspirations of the researcher to know the scientific education of the teachers and students of a school of basic education and of a Science Fair in the state of Pernambuco. Thus, its purpose was to analyze, map, characterize the methodology of 293 works selected for the 23rd Young Science, which is a Science Fair organized by Espaço Ciência, Interactive Museum linked to the Secretariat of Science, Technology and Innovation of the State of Pernambuco. In the school researched has the Ricardo Ferreira Science Museum. To understand the specificities of both contexts, a dialogue was drawn between the members of the Museum and the Young Science, from the Question Pedagogy and the Research-Based Science Teaching. The research is organized into theoretical questions on teacher education, science centers and museums, science fairs, science education and Question Pedagogy. It still aims to present the results, data analysis and mapping of selected summaries for the Fair. Data were collected through interviews, logbook, photographs, videos and documents produced, as well as evaluated through content analysis. In this sense, we seek to answer the following question: can science education as a pedagogical practice in basic education contribute to provoke science classes, through planned activities, time for conducting and monitoring research? The research involved the analysis of concepts, obstacles, questions, methodological and theoretical paths of the participants. It was also verified if concept maps can collaborate in the organization and appropriation of concepts by the participants. The results revealed that the science museum, as a didactic resource, can contribute and provoke science teaching, promoting science education in schools of basic education and that Science Fairs have the potential to revolutionize basic education.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEnsino de ciênciaspt_BR
dc.subjectResearch-based science teachingen
dc.subjectAprendizagem significativapt_BR
dc.subjectScience educationen
dc.subjectFeira de ciênciaspt_BR
dc.subjectQuestion pedagogyen
dc.titleA pedagogia da pergunta, o ensino de ciências baseado em investigação e suas contribuições para a educação científica em Pernambucopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001109689pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Ciências Básicas da Saúdept_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2019pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record