Show simple item record

dc.contributor.advisorWofchuk, Susana Tcherninpt_BR
dc.contributor.authorCalabró, Lucianapt_BR
dc.date.accessioned2008-09-10T04:13:05Zpt_BR
dc.date.issued2008pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/13866pt_BR
dc.description.abstractA produção científica brasileira na área de Bioquímica cresce de maneira admirável, e, em tal contexto, o Rio Grande do Sul se destaca. Assim, o presente estudo visa a traçar o perfil da pesquisa científica no estado, tendo em vista a sua posição proeminente no cenário brasileiro. Dessa maneira, pesquisas, pesquisadores, laboratórios, formação de recursos humanos e o aporte de investimentos por parte da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul foram identificados e mapeados. Para tal fim, os currículos dos professores de Departamentos/Setores de Bioquímica foram estudados, com foco em seu perfil, em sua produção científica e na contribuição para a formação de RH, relacionando esses fatores com os investimentos estaduais recebidos por cinco universidades públicas federais gaúchas. Considerações significativas surgiram deste estudo – dentre elas, uma aponta para o investimento em interações entre diferentes instituições como elemento importante para uma maior contribuição científica. A necessidade de reedição de programas da FAPERGS para a formação de RH foi assinalada, assim como a ampliação de apoio financeiro aos departamentos/setores de bioquímica de estrutura ainda incipiente (UFPEL, FURG e FFFCMPA). Isso, no entanto, não deve influir na demanda por maior fomento por parte dos departamentos que já estão mais bem estruturados em termos de produtividade científica (UFRGS e UFSM).pt_BR
dc.description.abstractBrazilian scientific production in Biochemistry is growing impressively fast, and Rio Grande do Sul is outstanding in that context. Thus, this study aims to outline the state’s scientific research profile, given its prominent position in the national scenario. Hence, researches, researchers, laboratories, development of human resources and investments by Foundation for the Support to Research in the State of Rio Grande do Sul have been identified and mapped. To that end, the curricula of Biochemestry Departments/Sectors professors have been studied with focus on their profile, scientific production and contribution to the development of human resources, and further related to state investments received by five federal public universities in Rio Grande do Sul. Significant considerations have stemmed from this study. One of them is that the interaction among institutions may bring great profit. The necessity to restablish some of FAPERGS’s human resources development programs, as well as to increase financial support to incipient Biochemestry departments/sectors (UFPEL, FURG and FFFCMPA), has also been considered. That should not, however, disregard the demand for further funding to the departments that are already better structured and more scientifically productive (UFRGS and UFSM).en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectBioquímicapt_BR
dc.subjectProdução científica : Avaliaçãopt_BR
dc.subjectDesenvolvimento de pessoalpt_BR
dc.subjectPesquisa científica : Rio Grande do Sulpt_BR
dc.subjectFundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.titleProdução científica e formação de recursos humanos na área de bioquímica em instituições federais do RS : fomento estadualpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000656360pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Ciências Básicas da Saúdept_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2008pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record