Show simple item record

dc.contributor.advisorJanissek-Muniz, Raquelpt_BR
dc.contributor.authorCainelli, Amanda de Souzapt_BR
dc.date.accessioned2022-12-01T04:53:16Zpt_BR
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/252132pt_BR
dc.description.abstractO foresight é uma das abordagens organizacionais que vem ganhando relevância na literatura e no campo prático por conferir às empresas que o adotam como processo sistemático, a capacidade de identificar sinais fracos e antecipar o futuro. Esta característica antecipativa ocorre pela prospecção ativa de sinais que emergem nos ambientes competitivos. A proatividade, inerente ao foresight, permite que as organizações reduzam as incertezas que permeiam a tomada de decisão, tomem ações adequadas para mitigar ameaças ou aproveitar oportunidades antes de seus competidores e, assim, mantenham uma posição superior no longo prazo. Especialmente quando associado à inovação, o foresight ajuda as organizações a identificar descontinuidades em seu ambiente externo e inovar frente aos desafios e possibilidades que estão por vir. Esta associação vem sendo cada vez mais descrita na literatura com uma série de relatos de casos bem sucedidos. Entretanto, percebe-se que, por mais que as empresas já tenham mecanismos para monitorar e capturar tais sinais, elas ainda têm dificuldades de interpretá-los e utilizá-los como recurso estratégico aplicado aos seus processos de inovação. Além disso, o resultado efetivo que esta relação foresight-inovação pode gerar para as empresas ainda não está suficientemente esclarecido. A presente tese objetiva validar o foresight como processo capaz de alavancar a inovatividade das organizações. Ela está organizada em três artigos associados aos objetivos específicos: 1) explorar e apresentar as funções que o foresight assume quando associado à inovação; 2) propor uma nova função estratégica – provocação – para fazer emergir sinais antecipativos voltados para a inovação; e 3) verificar a influência destas funções sobre a inovatividade das empresas. Como resultado, no primeiro artigo, uma Revisão Sistemática da Literatura é conduzida e são identificadas 3 funções do foresight para alavancar a inovação: Informacional, de Facilitação e de Influência Estratégica. No segundo artigo, a função de Provocação é considerada, por 49 executivos entrevistados, como uma estratégia proativa capaz de estimular intencionalmente o pensamento antecipativo voltado para a inovação. Por fim, no terceiro artigo, as quatro funções são propostas como dimensões do foresight, hipotetizando sua influência positiva sobre a inovatividade e a vantagem competitiva das organizações. Por meio de uma survey, aplicada a 118 profissionais da área de inovação, os resultados obtidos apontam que as funções de Influência Estratégica e Provocação são as mais significativas para influenciar a inovatividade organizacional. Estes achados contribuem para o avanço teórico, ao propor um modelo estrutural que pode ser testado e validado em pesquisas futuras, em amostras maiores ou em segmentos e setores específicos da economia. Como valor prático, são propostas atividades associadas ao processo de foresight que podem ser implementadas por organizações que desejam aumentar sua inovatividade e, consequentemente, sua posição no mercado competitivo.pt_BR
dc.description.abstractForesight is one of the organizational approaches that has been gaining relevance in the literature and in the practical field, as it gives companies that adopt it as a systematic process, the ability to identify weak signals and anticipate the future. This anticipatory characteristic occurs through the active prospection of signals that emerge in competitive environments. Proactivity, inherent to foresight, allows organizations to reduce the uncertainties that permeate decision making, take appropriate actions to mitigate threats or seize opportunities before their competitors, and thus maintain a superior position in the long term. Especially when associated with innovation, foresight helps organizations to identify discontinuities in their external environment and innovate in the face of the challenges and possibilities that lie ahead. This association has been increasingly described in the literature with a series of successful case reports. However, it is clear that, even though companies already have mechanisms to monitor and capture such signals, they still have difficulties in interpreting and using them as a strategic resource applied to their innovation processes. Furthermore, the effective result that this foresight-innovation relationship can generate for companies is not yet sufficiently clarified. This thesis aims to validate foresight as a process capable of leveraging the innovativeness of organizations. It is organized into three articles associated with specific objectives: 1) to explore and present the functions that foresight assumes when associated with innovation; 2) to propose a new strategic function – provocation – to bring out anticipatory signals aimed at innovation; and 3) to verify the influence of these functions on the innovativeness of companies. As a result, in the first article, a Systematic Literature Review is conducted and 3 functions of foresight to leverage innovation are identified: Informational, Facilitation and Strategic Influence. In the second article, the Provocation function is considered by 49 executives interviewed as a proactive strategy capable of intentionally stimulating anticipatory thinking focused on innovation. Finally, in the third article, the 4 functions are proposed as dimensions of foresight, hypothesizing their positive influence on the innovativeness and competitive advantage of organizations. Through a survey, applied to 118 professionals from innovation field, the results obtained indicate that the functions of Strategic Influence and Provocation are the most significant to influence organizational innovativeness. These findings contribute to the theoretical advance, by proposing a structural model that can be tested and validated in future research, in larger samples or in specific segments and sectors of the economy. As a practical value, activities associated with the foresight process are proposed and can be implemented by organizations that wish to increase their innovativeness and, consequently, their position in the competitive market.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectInovaçãopt_BR
dc.subjectForesighten
dc.subjectInnovationen
dc.subjectEstratégia empresarialpt_BR
dc.subjectProvocationen
dc.subjectInteligência estratégica antecipativapt_BR
dc.subjectStrategyen
dc.subjectGestão organizacionalpt_BR
dc.subjectTomada de decisãopt_BR
dc.subjectFutureen
dc.titleForesight como alavanca para a inovatividade das organizaçõespt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.identifier.nrb001154297pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Administraçãopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2022pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record