Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorWeber, Raul Fernandopt_BR
dc.contributor.authorPenz, Leandro Lisboapt_BR
dc.date.accessioned2010-05-25T04:17:53Zpt_BR
dc.date.issued2008pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/22813pt_BR
dc.description.abstractRedes de computadores estão sob constante ameaça, ainda mais quando conectadas à Internet. Para reduzir o risco, dispositivos de segurança como o filtro de pacotes são usados. Uma primeira camada de segurança, o filtro de pacotes é responsável pelo bloqueio do tráfego indesejado em posições chave da rede. Os pacotes que devem ser permitidos ou bloqueados pelo filtro são definidos através de um conjunto de regras programadas pelo administrador da rede. Essas regras tem duas partes: a seleção e a ação. Conforme cresce a rede e o número de serviços, a quantidade de regras tende a aumentar. Passado certo limite, a complexidade de manter uma quantidade grande de regras se torna um fardo para o administrador. Isso aumenta a probabilidade de enganos que podem prejudicar a segurança da rede. Este trabalho desenvolve o conceito de “anomalia”, cada qual representa um problema em potencial, uma contradição ou uma regra supérflua dentro do conjunto de regras; ou seja, cada anomalia alerta o administrador da rede para determinada situação. Há 7 tipos de anomalias, que podem ser divididos em dois grupos: anomalias de filtro único e anomalias em rede. As anomalias de filtro único alertam o administrador sobre regras que se contradizem (“bloqueio”) ou que não possuem efeito no filtro (“invisibilidade” e “redundância”). As anomalias em rede, por sua vez, alertam o administrador sobre filtros que se contradizem (“discordância”), filtros que bloqueiam tráfego desejado (“bloqueio”), regras que não se aplicam a nenhum pacote que passe pelo filtro onde estão (“irrelevância”) e roteadores que permitem a passagem de tráfego indesejado (“vazamento”). Cada um desses tipos de anomalia é definido formalmente e apresentado junto com um algoritmo que a encontra. As anomalias e seus algoritmos foram usados para implementar uma ferramenta, o Packet Filter Checker (PFC), que lê as regras e a descrição da topologia da rede e cria um relatório com todas as anomalias presentes. Este trabalho apresenta um caso de uso fictício que é analisado e corrigido com base nos resultados apresentados pela ferramenta. O caso de uso é apresentado em diversas iterações, cada uma representando alterações nos requisitos da rede. Este caso mostra a ferramenta e os conceitos no contexto-alvo: na ajuda ao administrador da rede.pt_BR
dc.description.abstractComputer networks are under constant threat, even more when connected to the Internet. To decrease the risk of invasions and downtime, security devices such as the packet filter are deployed. As a first layer of security, the packet filter is responsible for blocking out unwanted traffic at key network locations. The packets dropped or forwarded by the filter are defined by a set of rules programmed by the network administrator. These rules are in the form of guarded commands, each with a condition and a decision section. As the number of services and networks grow, the number of rules tend to grow as well. Beyond a certain threshold, the complexity of maintaining such a large and distributed set of rules becomes a burden for the network administrator. Mistakes can be easily made, compromising security. This work develops the concept of “anomaly”, each representing a potential problem, a contradiction or a superfluous rule in the rule set; i.e. a warning to the system administrator. There are 7 types of anomalies divided in two groups: single filter anomalies and networked anomalies. The single-filter anomalies warns the administrator about rules that contradict one another (the “conflict” anomaly) or have no effect (“invisibility” and “redundancy”) in the analysed filter. The networked anomalies, on the other hand, analyse the filters in the context of the network topology and warn the administrator about filters that contradict one another (“disagreement”), filters that block desired traffic (“blocking”), rules that have no effect on the given network topology (“irrelevancy”) and routers that are enabling unwanted traffic (“leaking”). Each type of anomaly is formally defined along with its algorithm. The developed concepts were used to implement a tool — the Packet Filter Checker (PFC) — that reads a description of the rules and network topology in a simple custom language and reports all anomalies present. This tool is used to analyse and fix a fictional user case in several iterations of changing requirements. This shows the tool and the anomalies in the target context: where they help the network administrator.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoengpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPacket filteren
dc.subjectRedes : Comunicacao : Dadospt_BR
dc.subjectSeguranca : Redes : Computadorespt_BR
dc.subjectFirewallen
dc.subjectFiltros : Pacotespt_BR
dc.subjectSecurity policyen
dc.subjectPolicy conflicten
dc.subjectRule coherenceen
dc.titleCoherence in distributed packet filterspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000740663pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Informáticapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Computaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2008pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Thumbnail
   

Este item está licenciado na Creative Commons License

Mostrar registro simples