Show simple item record

dc.contributor.authorKatz, Natanpt_BR
dc.contributor.authorRoman, Rudipt_BR
dc.contributor.authorRados, Dimitris Rucks Varvakipt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Elise Botteselle dept_BR
dc.contributor.authorSchmitz, Carlos André Aitapt_BR
dc.contributor.authorGonçalves, Marcelo Rodriguespt_BR
dc.contributor.authorMengue, Sotero Serratept_BR
dc.contributor.authorUmpierre, Roberto Nunespt_BR
dc.date.accessioned2020-11-11T04:13:11Zpt_BR
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.issn1413-8123pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/214956pt_BR
dc.description.abstractNa Atenção Primária à Saúde (APS) acesso e integralidade são fortemente influenciados pela coordenação do cuidado, que por sua vez recebe impacto positivo da articulação de ações de telessaúde para a telerregulação da assistência. Criamos uma metodologia de telerregulação (Projeto RegulaSUS) baseada em protocolos específicos firmemente alicerçados em evidências. A partir de dados do sistema de regulação e do TelessaúdeRS exploramos os efeitos do RegulaSUS na APS e no acesso ao cuidado especializado. A metodologia foi capaz de criar protocolos abrangentes, com expressiva redução média da fila de consultas especializadas de 30% em 360 dias. Reduziu o tempo de espera na marcação de consultas em especialidades clínicas (mediana de 66 dias), mas não em cirúrgicas. Tempos de espera nos casos mantidos em fila variaram de forma inversa, aumentado em especialidades clínicas e diminuindo em cirúrgicas. O uso de teleconsultorias espontâneas aumentou com a exposição dos profissionais ao RegulaSUS. A intervenção tem potencial na integração de sistemas de saúde, principalmente em países de baixa e média renda, e faz com que a telessaúde atue como metasserviço, construindo redes eficientes, qualificadas e equânimes.pt_BR
dc.description.abstractIn Primary Health Care (PHC), access, and integrality are strongly influenced by the coordination of care, which in turn receives a positive impact from the articulation of telehealth actions for teleregulation of care. We created a teleregulation method (RegulaSUS Project) based on specific protocols firmly grounded in scientific evidence. From data of the regulatory system and TelessaúdeRS, we explored the effects of RegulaSUS on PHC and access to specialized care. This method set comprehensive protocols, with a significant mean reduction of 30% in the specialized visits queue over 360 days. It reduced waiting time for medical clinical visits (median of 66 days) but not for surgical appointments. Waiting times for queued cases varied inversely, increasing for clinical and declining for surgical specialties. The use of teleconsultations unrelated to regulation increased with the exposure of professionals to RegulaSUS. The intervention evidence potentiality in the integration of health systems, mainly among low- and middle-income countries, and makes telehealth act as a meta-service, building efficient, qualified, and equitable networks.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isomulpt_BR
dc.relation.ispartofCiência & saúde coletiva. Vol. 25, n. 4 (2020), p. 1389-1399pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectTelemedicineen
dc.subjectAtenção primária à saúdept_BR
dc.subjectTelemedicinapt_BR
dc.subjectPrimary Health Careen
dc.subjectTeleregulationen
dc.subjectAssistência ambulatorialpt_BR
dc.subjectOutpatient careen
dc.subjectRegulação e fiscalização em saúdept_BR
dc.subjectRio Grande do Sulpt_BR
dc.titleAcesso e regulação ao cuidado especializado no Rio Grande do Sul : a estratégia RegulaSUS do TelessaúdeRS-UFRGSpt_BR
dc.title.alternativeAccess and regulation of specialized care in Rio Grande do Sul : the RegulaSUS strategy of TelessaúdeRS-UFRGSen
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb001118180pt_BR
dc.description.originTeleducaçãopt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record