Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorSoares, Paulo Roberto Rodriguespt_BR
dc.contributor.authorRamos, Bianca Reispt_BR
dc.date.accessioned2018-07-07T03:20:31Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/180212pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho visa o estudo do perfil populacional entre centros urbanos e seus espaços intraurbanos, estabelecendo uma relação entre as concentrações de população em situação de exclusão e inclusão social, para analisar a reprodução das desigualdades no desenvolvimento social dos municípios pertencentes à Aglomeração Urbana do Sul (AUSUL), estado do Rio Grande do Sul. Este estudo foi elaborado a partir da espacialização dos espaços de exclusão e inclusão social, das condições coletivas de acesso aos equipamentos públicos e infraestruturas básicas, assim como a análise das oportunidades que o lugar pode oferecer à população em termos de emprego e educação. Estas oportunidades que foram analisadas se referem ao acesso ao emprego formal, às características ocupacionais da população, e aos rendimentos escolares no espaço intraurbano. A metodologia consistiu na elaboração do Índice de Exclusão/Inclusão Social, na elaboração do Índice de Bem-Estar Urbano (IBEU), na caracterização do contexto histórico, funcionalidade, tamanho e hierarquia de cada centro urbano, na caracterização do perfil ocupacional da população, e por fim, na identificação dos estabelecimentos e rendimentos educacionais. A AUSUL é uma aglomeração urbana não metropolitana formada por dois municípios que são cidades médias (Pelotas e Rio Grande) e por três municípios de porte pequeno (Arroio do Padre, Capão do Leão e São José do Norte). Esta aglomeração possui um histórico de ciclos econômicos e iniciativas de desenvolvimento social e econômico, com tradição portuária, industrial, e mais recentemente, na indústria naval, que devem ser analisadas não apenas do ponto de vista econômico, mas também sobre a perspectiva de estudos focados no desenvolvimento social e humano dessa região. Foi possível analisar que uma parcela da população apresentou baixos índices de desenvolvimento social e autonomia de renda, principalmente no município de São José do Norte, mas também nos bairros mais vulneráveis dos municípios que apresentaram as melhores avaliações (Rio Grande e Pelotas). Essas características são visíveis na limitação de oportunidades e percepção das mesmas, na acessibilidade aos serviços públicos, na concentração de renda e na pobreza que a população de algumas áreas de cada município enfrenta. A análise possibilitou observar as desigualdades e disparidades sociais entre os municípios e no interior dos seus respectivos bairros, que se mostraram bastante heterogêneos, justificando a importância da análise interurbana e intraurbana integrada.pt_BR
dc.description.abstractThis work aims the study of the differences between the population profile of cities and their respective inner urban spaces, establishing relationships between the concentration of population in a social exclusion situation and the population in a social inclusion situation, to analyze the inequalities in the social development of the cities that forms the Urban Agglomeration of the South (AUSUL). This study was elaborated from the observation of social inclusion or exclusion in the urban spaces, collective conditions of access to public facilities and basic infrastructure, as well as an analysis of the opportunities that the place can offer in terms of employment and education. The analyzed opportunities refer to the access to formal job, the occupational characteristics of population, and the school performances in inner city spaces. The methodology consisted in drawing up the Index of Exclusion/Inclusion, in the drafting of the Welfare Urban Index (IBEU), in the historical context, functionality, size and hierarchy of each urban center, on characterization of the occupational profile of the population, and finally, the identification of educational institutions and their performances. The AUSUL is a non-metropolitan agglomeration composed by two municipalities that are medium-sized cities (Pelotas and Rio Grande) and three small-sized cities (Arroio do Padre, Capão do Leão and São José do Norte). This agglomeration has a history of economic cycles and initiatives of social and economic development, with port activities, industry and, more recently, naval industrial tradition, which must be analyzed not only from an economic point of view, but also through the perspective of studies focused at the social and human development of this region. It was possible to analyze that a part of the population showed a low level of social development and income autonomy, especially in the city of São José do Norte, but also in the vulnerable districts of the cities with the best evaluations (Pelotas and Rio Grande). These characteristics are apparent in the perception and in the limitations of opportunities, in the access to public services, and in the concentrated wealth against the poverty that some of these regions face. The analysis made possible to observe the social inequalities and disparities between the cities and in their inner spaces and their respective neighborhoods, which were quite diverse, justifying the importance of the analysis between cities and their respective inner spaces.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectSocio-spatial inequalityen
dc.subjectDesigualdade socialpt_BR
dc.subjectIndicadores sociaispt_BR
dc.subjectUrban Agglomeration of the South (AUSUL, Brazil)en
dc.subjectSistema de informação geográficapt_BR
dc.subjectGeographical Information Systemen
dc.subjectAglomeracoes urbanaspt_BR
dc.subjectSocial indicatorsen
dc.subjectSchool inequalitiesen
dc.titleDiagnóstico urbano-rural do desenvolvimento social na aglomeração urbana do sul: uma análise dos rendimentos escolares, estrutura ocupacional e acesso às infraestruturas e oportunidadespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001064632pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Thumbnail
   

Este item está licenciado na Creative Commons License

Mostrar registro simples