Show simple item record

dc.contributor.advisorHenriques, Amelia Teresinhapt_BR
dc.contributor.authorSchwanz, Melissapt_BR
dc.date.accessioned2007-06-06T19:09:00Zpt_BR
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/7683pt_BR
dc.description.abstractPeumus boldus Molina (Monimiaceae) é uma árvore comum e abundante no Chile, e suas folhas são amplamente empregadas pela medicina tradicional para o tratamento de uma variedade de afecções do sistema digestivo e hepatobiliar. Seus principais constituintes químicos são alcalóides do tipo aporfínicos, sendo a boldina seu maior e mais característico representante, cujas propriedades antioxidantes são extensivamente relatadas na literatura, servindo desta forma como marcador químico para a espécie. Com o objetivo de contribuir com parâmetros de controle de qualidade, um estudo botânico macro e microscópico das folhas e do pó da espécie foi realizado. Características morfológicas, identificadas pela análise macroscópica, como pilosidade, tipologia dos tricomas, proeminência ao redor da base dos tricomas e aparência do bordo, e características microscópicas como estômatos anomocíticos, folha hipoestomática e ocorrência de cristais de oxalato de cálcio denotam valor taxonômico. Parâmetros farmacopéicos como cinzas totais e perda por dessecação foram determinados, e um método de quantificação da boldina foi desenvolvido e validado utilizando a CLAE. O limite mínimo de boldina observado na análise de 10 amostras adquiridas foi de aproximadamente 0,016%. A fim de avaliarse o comportamento de seus constituintes químicos frente a variações de temperatura e umidade, realizou-se estudo de estabilidade acelerada (40ºC ± 2ºC / 75% ± 5% U.R.). A degradação máxima de boldina foi observada após 90 dias em câmara climática chegando a aproximadamente 52%. A reação de degradação sugerida foi de segunda ordem, e o tempo de vida útil e meia-vida calculados foram de aproximadamente 18 dias e 165 dias, respectivamente. Por fim, realizou-se a quantificação de alguns metais pesados nas folhas da espécie, que decresceram na ordem de Fe> Mn> Cu> Ni, sendo que Pb, Cr e Co tiveram níveis abaixo do limite de detecção de 5 μg/g.pt_BR
dc.description.abstractPeumus boldus Molina (Monimiaceae) is an abundant and widespread tree native from Chile, and the leaves are widely used in folk medicine for the treatment of digestive and hepatobiliary disorders. Its leaves are rich in several aporphine-like alkaloids such as boldine, the most characteristic one and used as a marker constituent for species. This compound has potent antioxidant properties described in literature. In order to contribute with quality control parameters, macro and microscopical analisys of the leaves and powder were carried out. Morphological characteristics of the macroscopical analysis like pilosity, trichomes type, trichome basis proeminency and border appearance; and microscopical characteristcs like anomocitic stomata, hipostomatic leave and the presence of calcium oxalate crystals denote taxonomic value. The following Pharmacopoeia parameters were also determined: total ash and loss on drying, and a method for boldine quantification were developed and validated using HPLC. The minimum limit of boldine observed in the analysis of 10 samples obtained had been of approximately 0,016%. In order to evaluate the behavior of its chemical constituents under temperature and moisture variations, a study of accelerated stability (40ºC ± 2ºC / 75% ± 5% R.U.) was carried out. The maximum boldine degradation was observed after 90 days of treatment, reaching approximately 52%, and the kinetic degradation of second order was suggered, By this mean, the shelf life expectancy was determined to be 18 days and the half-life was 165 days. Finally, the quantification of heavy metals in the leaves of the specie was performed, and found in the descending order Fe> Mn> Cu> Ni; Pb, Cr and Co had their quantification levels lower than the detection limit of 5 μg/g.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPeumus boldusen
dc.subjectPeumus bolduspt_BR
dc.subjectMonimiaceaept_BR
dc.subjectBotanical studyen
dc.subjectValidação : Métodos analíticospt_BR
dc.subjectHPLCen
dc.subjectValidationen
dc.subjectCromatografia liquida de alta eficiencia (clae)pt_BR
dc.subjectStabilityen
dc.subjectEstabilidadept_BR
dc.titleDesenvolvimento e validação de método analítico para quantificação da boldina em peumus boldus mol. (monimiaceae) e avaliação preliminar de sua estabilidadept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000553121pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Farmáciapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2006pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record