Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Márcia Ivana de Lima ept_BR
dc.contributor.authorBraga, Guilherme da Silvapt_BR
dc.date.accessioned2013-02-07T01:40:06Zpt_BR
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/66299pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho revisita a teoria do escopo formulada por Katharina Reiß e Hans Vermeer em Grundlegung einer allgemeinen Translationstheorie (1984) a fim de investigar como os conceitos de “tradução comunicativa” e “tradução equivalente” podem ser aplicados a uma nova tradução do criptograma presente em “The Gold-Bug” (1843), de Edgar Allan Poe. Embora o conto tenha mais de vinte traduções diferentes para o português brasileiro, a necessidade de uma nova tradução justifica-se pela insuficiência de todas aquelas existentes no que diz respeito ao tratamento literário dos problemas especiais suscitados pelo criptograma e pela decifração deste no interior da narrativa. A importância da criptologia na gênese, na recepção e na posterior influência de “The Gold- Bug” é demonstrada através de exemplos e argumentos, e a seguir uma nova tradução do criptograma é proposta com o objetivo de produzir em português brasileiro um texto dotado das mesmas qualidades literárias e raciocinativas que resultaram na imensa popularidade do conto e na elevação de Poe ao status de gênio ainda no século XIX.pt_BR
dc.description.abstractThis paper presents a brief summary of the Skopostheorie proposed by Katharina Reiß and Hans Vermeer in Grundlegung einer allgemeinen Translationstheorie (1984) in order to assess the way in which the concepts of “communicative translation” and “equivalent translation” could be applied to a new translation of the cryptogram found in Edgar Allan Poe’s short-story, “The Gold-Bug” (1843). There are over twenty translations of the story into Brazilian Portuguese, but a new effort is nonetheless in order in view of the insufficiency of all existing translations with regard to the literary treatment of the special problems posed by the cipher and Legrand’s decipherment. The important role played by cryptology in the genesis, reception and later influence of “The Gold-Bug” is demonstrated by means of examples and arguments, and finally a new translation of the cryptogram is proposed with the aim of producing, in Brazilian Portuguese, a text with the same literary and ratiocinative qualities which eventually led to the tale’s immense popularity and Poe’s rise to the status of “genius” still in the 19th century.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectLiteratura comparadapt_BR
dc.subjectEstudos literáriospt_BR
dc.subjectTraduçãopt_BR
dc.subjectLiteratura norte-americanapt_BR
dc.subjectContopt_BR
dc.subjectCriptologiapt_BR
dc.subjectTradução literáriapt_BR
dc.subjectTeoria do escopopt_BR
dc.subjectPoe, Edgar Allan, 1809-1849. The gold-bugpt_BR
dc.subjectCritica e interpretacaopt_BR
dc.subjectTradução e interpretaçãopt_BR
dc.titleO escaravelho de Poe e a teoria do escopo : uma obordagem comunicativa para a tradução do criptograma em "The Gold-Bug"pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000870919pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Letraspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2012pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record