Show simple item record

dc.contributor.authorBlank, Danilopt_BR
dc.date.accessioned2012-08-29T01:35:40Zpt_BR
dc.date.issued2003pt_BR
dc.identifier.issn0021-7557pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/54618pt_BR
dc.description.abstractObjetivo: a promoção da saúde é atividade essencial do pediatra, mas ainda pouco fundamentada em evidências científicas. Este artigo estuda o apoio científico para as principais intervenções preventivas, quando, como e quem deve realizá-las. Fontes dos dados: revisão sistemática da literatura recente, por meio de busca nos bancos de dados Medline e Lilacs, usando as palavras puericultura, supervisão de saúde e promoção de saúde (em inglês e português); revisão não sistemática das referências bibliográficas de capítulos de livros; busca não sistemática na Internet de organizações que emitem recomendações sobre supervisão de saúde; e seleção de artigos clássicos na área. Síntese dos dados: o pediatra deve integrar-se com outros profissionais na prestação de serviços preventivos, bem como estabelecer parcerias efetivas com todos os setores da comunidade. É essencial aprimorar as habilidades em comunicação. O número ideal de consultas de supervisão de saúde nunca foi estabelecido; os procedimentos devem ser adaptados individualmente, segundo fatores de risco contextuais familiares e comunitários. Há documentação científica da efetividade de consulta pré-natal, orientação preventiva, triagem metabólica, imunização, triagem de visão e audição. A monitorização do crescimento e a triagem do desenvolvimento têm que ser racionalizadas. A repetição sistemática do exame físico completo e de exames de laboratório não está justificada. Conclusões: o pediatra tem um papel fundamental na promoção de saúde da criança e do adolescente, mas suas ações na área da puericultura não devem mais ser totalmente empíricas. Há inúmeros recursos, apoiados em evidências científicas, para guiá-lo quanto aos procedimentos mais efetivos.pt_BR
dc.description.abstractObjective: health promotion is one of the chief activities of pediatricians, although still lacking enough scientific bases. This article reviews the scientific support for the main preventive interventions, as well as who should make them, when and how they should be made. Sources of data: systematic review of recent literature, through the search of Medline and Lilacs databases, using the terms wellchild care, health supervision and health promotion (both in English and Portuguese); non-systematic review of reference lists of book chapters; non-systematic Internet search of organizations that make recommendations on health supervision; selection of classic articles within this field. Summary of the findings: pediatricians must seek integration with other professionals in providing preventive services, as well as in establishing effective partnerships with all community sectors. It is essential to improve communication skills. The ideal number of health supervision visits has never been established; interventions must be individually adapted according to family and community contextual risk factors. There is scientific evidence of the effectiveness of prenatal visits, preventive guidance, metabolic screening, immunization, and vision and hearing screening. Growth monitoring and development screening must be rationalized. The systematic repetition of complete physical examinations and laboratory tests is not warranted. Conclusions: pediatricians play a fundamental role in child and adolescent health promotion, but their actions regarding well-child care must no longer be totally empirical. There are innumerous evidence-based resources to guide pediatricians as to the most effective interventions.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofJornal de pediatria. Vol. 79, supl. 1 (maio 2003), p. S13-S22pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectHealth supervisionen
dc.subjectPuericultura : Tendênciaspt_BR
dc.subjectHealth promotionen
dc.subjectCuidado pré-natalpt_BR
dc.subjectWell-child careen
dc.titleA puericultura hoje : um enfoque apoiado em evidênciaspt_BR
dc.title.alternativeWell-child care today: an evidence-based view en
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000363563pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record