Show simple item record

dc.contributor.authorFraga, José Carlos Soares dept_BR
dc.contributor.authorLima, Angevaldopt_BR
dc.contributor.authorSchopf, Luciano Ferrazpt_BR
dc.contributor.authorAntunes, Carlos Roberto Herediapt_BR
dc.date.accessioned2012-08-24T01:38:03Zpt_BR
dc.date.issued1999pt_BR
dc.identifier.issn0021-7557pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/54343pt_BR
dc.description.abstractObjetivo: Avaliar nossa experiência com a pleuroscopia com mediastinoscópio em crianças com derrame parapneumônico complicado. Métodos: Foi realizada revisão retrospectiva de prontuários de sete crianças submetidas à pleuroscopia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no período de Julho/1995 a Junho/1997. O procedimento foi realizado com mediastinoscópio especialmente constru- ído para uso em crianças. Resultados: Foram estudados seis meninos e uma menina. O procedimento foi realizado sob anestesia geral, sem intubação seletiva. Seis crianças tinham sido previamente submetidas à drenagem torácica fechada; uma realizou pleuroscopia como procedimento inicial. Não foi observada nenhuma complicação cirúrgica da pleuroscopia. Após o procedimento, duas crianças apresentaram recorrência do derrame pleural e febre persistente, tendo sido necessária a realização de drenagem torácica aberta (pleurostomia); duas outras apresentaram pequeno derrame pleural residual assintom ático, que não necessitou tratamento. Conclusão: A pleuroscopia com mediastinoscópio é segura, eficaz e sem complicações graves, sendo útil para a remoção do líquido e das septações pleurais em derrames parapneumônicos complicados em fase fibrinopurulenta, permitindo a expansão completa do pulmão.pt_BR
dc.description.abstractObjective: To evaluate our experience with thoracoscopy with small mediastinoscope in pediatric complicated parapneumonic effusion. Methods: From July 1995 to June 1997, seven children with complicated parapneumonic pleural effusion underwent thoracoscopy with mediastinoscope at Hospital de Clínicas de Porto Alegre. The procedure was carried out with a small mediastinoscope built in our hospital. Results: There were six girls and one boy. The procedure was done under general anesthesia, without selective intubation. Six patients had previous intercostal tube drainage; one did thoracoscopy as a primary procedure. No complication after the procedure was observed. In the follow-up, two children were submitted to pleurostomy due to residual pleural effusion with persistent fever; two others presented asymptomatic small pleural effusion. Conclusion: Thoracoscopy with small mediastinoscope is safe, efficient and without severe complications. It is very useful to remove loculated complicated parapneumonic effusion at fibrinopurulent stage and to enable lung expansion.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofJornal de pediatria (Rio de Janeiro). Vol. 75, n. 6 (nov./dez. 1999), p. 470-476pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEmpyemaen
dc.subjectPneumologia pediátricapt_BR
dc.subjectThoracoscopy with mediastinoscopeen
dc.subjectToracoscopiapt_BR
dc.subjectCriançapt_BR
dc.subjectEmpiema pleural : Diagnósticopt_BR
dc.subjectMediastinoscopiapt_BR
dc.titlePleuroscopia com mediastinoscópio em crianças com derrame parapneumônico complicadopt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000061021pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record