Show simple item record

dc.contributor.advisorGiugliani, Robertopt_BR
dc.contributor.authorReisdorfer, Arion Saraivapt_BR
dc.date.accessioned2012-03-14T01:20:37Zpt_BR
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/37493pt_BR
dc.description.abstractA hemodiálise é a terapia renal substitutiva (TRS) mais prevalente no Brasil e a referência tardia demandar terapias de urgência aos portadores de insuficiência renal crônica (IRC), o emprego de cateteres em vez de fístula arteriovenosa para realização de hemodiálise tem alcançado taxas superiores a 25%. Os cateteres de duplo-lúmen são acessos venosos centrais, em geral utilizados como acessos vasculares temporários; tem como vantagem a utilização imediata após sua implantação, porém pacientes com cateteres apresentam maiores riscos de infecção. A infecção ocorre quando o germe presente no local de inserção atinge a corrente sanguínea, resultando em bacteremia, que quando não contida, provoca infecção, com grave comprometimento clínico, podendo resultar em septicemia. Sendo o S. áureos residente da flora natural da pele, este agente se mostra mais prevalente entre as infecções relacionadas aos cateteres. Este estudo teve como objetivo avaliar a ocorrência de infecções em pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise ambulatorial por meio do cateter temporário duplo-lúmen. Os resultados mostraram que o cateter temporário duplo-lúmen possibilitam a realização de hemodiálise logo após implantação, contudo apresenta custo operatório de implante inferior quando comparado aos totalmente implantáveis ou as FAVs. Sabe-se que a infecção é a segunda causa de mortalidade e morbidade de pacientes com IRC, só perdendo para causas cardiovasculares, chega-se a conclusão que é de extrema importância a conscientização da equipe de saúde em relação aos cuidados na implantação do catéter e manipulação do mesmo (durante as sessões de hemodiálise e realização dos curativos). Também importante salientar que as condições de higiene do paciente contribuem com processos infecciosos, sendo assim, os mesmos precisam ser informados sobre os riscos de infecção.pt_BR
dc.description.abstractHemodialysis is the most prevalent substitutive renal therapy (TRS) in Brazil and the late reference demands urgent therapies to the bearers of chronic renal insufficiency (IRC), the usage of catheters instead of arterial-venal fistula for carrying out hemodialysis has reached rates greater than 25%. The double lumen catheters are central venal accesses, generally used as temporary vascular accesses; they have for an advantage the immediate usage after their implantation, but patients with catheters present a higher risk of infection. Infection takes place when the germ present in the insertion site reaches the blood flow, resulting in bacteremia, which, if not contained, will lead to an infection, with serious clinical risk, which can result in septicemia. Being the S. aureus a resident in the skin's natural flora, this agent reveals itself to be more prevalent between catheter related infections. This study aimed to evaluate the occurrence of infections in patients with chronic renal insufficiency undergoing ambulatory hemodialysis through temporary double-lumen catheters. The results have shown that the temporary double-lumen catheters enable the execution of the hemodialysis right after implantation, but it presents an inferior operational implant cost in comparison to the fully implantable ones or to the FAVs. It is know that infection is the second cause of mortality and morbidity in patients with IRC, being surpassed only by cardiovascular causes; it is thus possible to conclude that it is extremely important to raise awareness of the health team regarding cares when implanting and manipulating the catheter (during the hemodialysis sessions and realization of bandages). It is also important to highlight that the patient's hygiene conditions contribute with infectious processes, they need therefore to be informed about infection risks.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectRenal insufficiencyen
dc.subjectInsuficiência renalpt_BR
dc.subjectInfecçãopt_BR
dc.subjectInfectionen
dc.subjectCateterespt_BR
dc.subjectCatheters for hemodialysisen
dc.subjectDiálise renalpt_BR
dc.titleInfecção em acesso temporário para hemodiálise : estudo em pacientes com insuficiência renal crônicapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000821206pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2011pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record