Show simple item record

dc.contributor.advisorJimenez, Mirela Forestipt_BR
dc.contributor.authorCunegatto, Bibianapt_BR
dc.date.accessioned2020-09-02T03:39:17Zpt_BR
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/213298pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: É sabido que a idade da mulher impacta nos desfechos reprodutivos. Entretanto, não há consenso sobre qual idade pode ser considerada avançada em homens que desejam a paternidade. Embora haja necessidade de mais estudos com base no avanço da idade paterna, sabe-se que o envelhecimento reprodutivo masculino pode afetar uma série de coeficientes determinantes para o resultado direto dos tratamentos de fertilização in vitro. Objetivo: Analisar e relacionar os efeitos da idade masculina nos procedimentos de reprodução assistida, bem como sua influência em parâmetros como a taxa de oócitos fertilizados, qualidade do desenvolvimento embrionário, volume seminal, concentração espermática, motilidade dos espermatozoides, taxa de gestação, taxa de nascituros, ocorrência de anormalidades cromossômicas embrionárias e desfechos gestacionais e neonatais, associando estes dados com dados preexistentes na literatura. Materiais e Métodos: Este estudo utilizou uma base de dados pré-formada de uma clínica privada de Reprodução Assistida do sul do Brasil, utilizando dados de 2015 a 2018 já anonimizados, totalizando 4105 ciclos. Para análise foi incluído o primeiro ciclo de aspiração folicular com emprego da Injeção Intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI). Os participantes foram divididos entre dois grupos conforme fator de estudo de idade masculina: idade masculina ≤ 40 anos (Grupo 1) e idade masculina ≥ 41 anos (Grupo 2). Para análise estatística foi utilizado teste de Mann-Whitney, T de Student e Qui-Quadrado com análises residuais ajustadas. Ajustes para variáveis de interesse foram efetuados utilizando regressão logística e ANCOVA. Para todas as análises, o índice de significância foi fixado em 5%. Resultados: Foram incluídos 2125 ciclos neste estudo. Foi observada a diminuição de volume seminal e motilidade espermática conforme aumento da idade do homem (p=0,001 para ambos os parâmetros), sem que haja alteração na concentração seminal (p>0,05). Além disso, foi encontrado um maior número de transferências embrionárias no terceiro dia de desenvolvimento no grupo 2, bem como maior número de embriões no quinto dia sendo transferidos no grupo 1 (p≤0,001 para ambos). O Apgar no primeiro e quinto minuto também se mostraram menores no grupo 2, para gestações únicas e gemelares, mesmo após o ajuste para idade feminina (p<0,05). Conclusão: A idade masculina parece ter influência sob parâmetros de volume seminal e motilidade espermática. Nossos achados sugerem que a idade feminina tem maior impacto nestes procedimentos. Mais estudos são necessários para entender o correto efeito da idade masculina na prole a médio e longo prazo.pt_BR
dc.description.abstractIntroduction: It is well known that women's age impacts reproductive outcomes. However, there is no consensus on which age can be considered advanced in men who aspire paternity. Although there is a need for further studies based on advanced paternal age, it is known that male reproductive aging can affect several determinants that directly impact the results of in vitro fertilization treatments. Objective: To analyze and identify the effects of male age on assisted reproduction procedures, as well as their influence on parameters such as the rate of fertilized eggs, quality of embryonic evolution, seminal volume, sperm concentration, sperm motility, pregnancy rate, birth rate, occurrence of embryonic chromosomal abnormalities and gestational and neonatal outcomes, associating these data with pre-existing data in the literature. Materials and Methods: This study used a database of a private assisted reproduction clinic in southern Brazil, using data from 2012 to 2018 already anonymized, totaling 4105 cycles. For analysis, the first cycle of follicular aspiration with the use of Intracytoplasmic Sperm Injection (ICSI) was included. Participants were divided into two groups according to the male age: ≤ 40 years (Group 1) and ≥ 41 years (Group 2). Statistical analysis was performed using the Mann-Whitney test, Student's T and Chi-square with adjusted residual analysis. Adjustments for variables of interest were made using logistic regression and ANCOVA. For all analyses the significance index was set at 5%. Results: A total of 2125 cycles were included in this study. A decrease in seminal volume and sperm motility was observed as the man's age increased (p=0.001 for both parameters), with no change in seminal concentration (p>0.05). In addition, a larger number of embryonic transfers were found on the third day of development in group 2, as well as a larger number of embryos on the fifth day being transferred in group 1 (p≤0.001 for both). Apgar scores in the first and fifth minutes are also lower in group 2 for single and twin pregnancies, even after adjusting for female age (p <0.05). Conclusion: Male age appears to have an influence on seminal volume and sperm motility parameters. Our findings suggest that female age has a greater impact on these procedures. Further studies are needed to understand the correct effect of male age on offspring in the medium and long term.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPaternal ageen
dc.subjectInfertilidade masculinapt_BR
dc.subjectIdadept_BR
dc.subjectMale infertilityen
dc.subjectAssisted reproductive outcomesen
dc.subjectHomempt_BR
dc.subjectFatores de riscopt_BR
dc.subjectTécnicas de reprodução assistidapt_BR
dc.subjectMotilidade espermáticapt_BR
dc.subjectAnálise do sêmenpt_BR
dc.subjectDesenvolvimento embrionáriopt_BR
dc.subjectTransferência embrionáriapt_BR
dc.subjectIdade gestacionalpt_BR
dc.subjectAneuploidiapt_BR
dc.subjectOócitospt_BR
dc.subjectBrasil, Região Sulpt_BR
dc.titleImpacto da idade masculina avançada em desfechos de procedimentos de reprodução assistida em uma clínica de fertilização do sul do Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coSanseverino, Maria Teresa Vieirapt_BR
dc.identifier.nrb001113489pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências da Saúde: Ginecologia e Obstetríciapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2019pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record