Show simple item record

dc.contributor.advisorWartchow, Dieterpt_BR
dc.contributor.authorColombo, Kleberpt_BR
dc.date.accessioned2020-02-13T04:22:40Zpt_BR
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/205845pt_BR
dc.description.abstractO saneamento básico é um tema transversal que afeta diretamente o dia-a-dia das pessoas. Os benefícios gerados por investimentos em saneamento básico são percebidos na saúde pública, na preservação e valorização ambiental, no turismo, no trabalho, na educação e na cidadania. Mesmo sendo algo tão primordial, a universalização desses serviços ainda está longe de ser atingida, principalmente no que se refere ao esgotamento sanitário de pequenos municípios, os quais sofrem com um grande déficit de corpo técnico qualificado para tratar sobre o assunto, e, muitas vezes, não possuem capacidade financeira de realizar os investimentos necessários. Este projeto busca apresentar uma solução para o tratamento dos esgotos sanitários de pequenos municípios, dimensionando hidraulicamente as estruturas necessárias para uma estação de tratamento de efluentes (ETE), definindo seu processo de operação e apresentando uma estimativa de custos, sua análise de viabilidade financeira, além de peças gráficas para o design final. O município escolhido foi Quinze de Novembro-RS, devido a sua participação no Termo de Execução Descentralizada (TED) 02/2015 FUNASA – UFRGS, para a elaboração de seu Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), no qual existia a dúvida sobre a viabilidade de implantação de uma ETE. A população urbana do município era de cerca de 2.000 habitantes (IBGE, 2010), representando um pequeno município do país. baseado em dados da literatura, comparou-se 3 tipos de tratamento diferentes e adotou-se os lodos ativados, na modalidade de aeração prolongada com fluxo intermitente, também conhecido como reator sequencial por bateladas. O processo de tratamento é simples, consiste em tratamento preliminar (grade e caixa de areia), tratamento secundário (reator de lodos ativados em bateladas) e tratamento da fase sólida (leitos de secagem). Os demais dimensionamentos respeitaram a NBR 12.209 – Elaboração de projetos hidráulico-sanitários de estações de tratamento de esgotos sanitários, e também seguiram o apresentado por Jordão e Pessoa (2017). O custo estimado do projeto foi determinado com base nos custos per capita médios levantados por Nunes (2005) para o Programa Despoluição de Bacias Hidrográficas (PRODES). Para realizar a análise financeira utilizou-se dados do SNIS (2017) para o Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE) de Porto Alegre, e calculouse o Valor Presente Líquido (VPL) do projeto, o custo e a receita marginal, o payback, a taxa de lucratividade e a Taxa Interna de Retorno (TIR). Foram avaliadas duas áreas em potencial para a implantação da ETE, uma delas foi escolhida por possuir uma diferença de cotas maior e assim fazer uso hidraulicamente desse potencial. Apesar das incertezas envolvidas no projeto, os resultados alcançados foram razoáveis e auxiliaram na determinação dos tempos do ciclo de operação, foi possível ter escala de tamanho das infraestruturas necessárias para o tratamento por lodos ativados na modalidade de bateladas, e também, para o custo de investimento necessário, além de idealizar um cenário para o fluxo de caixa, que garanta a sustentabilidade financeira do investimento, e de um layout para a implantação do projeto.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEngenharia civilpt_BR
dc.subjectEstação de tratamento da águapt_BR
dc.subjectTratamento de efluentespt_BR
dc.subjectReator sequencial em bateladapt_BR
dc.subjectDimensionamento hidráulicopt_BR
dc.titleProjeto hidráulico preliminar da estação de tratamento de efluentes para o Município de Quinze de Novembro-RSpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001111980pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Engenhariapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2019pt_BR
dc.degree.graduationEngenharia Civilpt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record