Show simple item record

dc.contributor.advisorPeroni, Rodrigo de Lemospt_BR
dc.contributor.authorMariz, Jorge Luiz Valençapt_BR
dc.date.accessioned2019-12-31T04:02:40Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/204071pt_BR
dc.description.abstractO planejamento de lavra de um projeto que está em fase inicial apresenta como desafio adicional o fato de as incertezas serem ainda demasiadas e inerentes ao caráter prematuro de uma análise neste estado. Entretanto, ainda assim é necessário avaliar a atratividade do empreendimento e considerá-lo ou não técnica e economicamente viável para que se possa discernir sobre levar o projeto adiante ou não. Para que seja possível chegar a alguma conclusão neste âmbito, é necessário definir uma taxa de produção anual e a vida útil do projeto. Sendo ainda a maior parte das informações acerca do depósito mineral e da lavra conjecturas, torna-se bastante difícil definir com precisão estes parâmetros do ponto de vista da maximização do lucro. Na busca por soluções que apresentassem certa confiabilidade na resolução deste problema, diversos autores pesquisaram e propuseram suas próprias equações para definir estes indicadores, embora a mais difundida ainda hoje seja a proposta pioneira, desenvolvida considerando somente 30 minas em 1977. Este trabalho tem por objetivo verificar a aderência da regra de Taylor e dos demais estudos presentes na literatura à realidade das minas em operação no Brasil a partir de um banco de dados contendo informação dos Relatórios Anuais de Lavra (RAL) entre 2010 e 2015. Após a análise da aderência, foi utilizada a metodologia de Monte Carlo para propor novas equações dotadas da máxima aderência possível aos dados segmentados por substância mineral, método de lavra e/ou porte do empreendimento. Os resultados obtidos demonstraram que a regra de Taylor possui um deslocamento para a grande maioria dos projetos em operação no Brasil, recomendando-se a utilização das novas abordagens propostas neste trabalho para análise de projetos em fase precoce de estudos.pt_BR
dc.description.abstractMine planning of an early stage project presents as an additional challenge the fact that the uncertainties are still too many and inherent in the premature character of an analysis in this state. However, it is necessary to evaluate the attractiveness of the enterprise and consider it technically or economically feasible so that it can be discerned about whether or not to carry the project forward. In order to reach some conclusion in this context, it is necessary to define an annual production rate and the lifetime of the project. With most of the information about mineral deposit and mining yet conjectures, it is difficult to precisely define these parameters from the point of view of profit maximization. In the search for solutions that present some reliability in the resolution of this problem, several authors have researched and proposed their own equations to define these indicators, although the most widespread still the pioneer proposal, developed considering only 30 mines in 1977. The aim of this work is to verify the adherence of the Taylor’s rule and other studies in the literature to the reality of the mines in operation in Brazil from a database containing information from the Annual Mining Reports between 2010 and 2015. After, the Monte Carlo methodology was used to propose new equations with the maximum possible adherence to data segmented by mineral substance, method of mining and/or size of the project. The results obtained demonstrated that the Taylor’s rule has a displacement for the great majority of the projects in operation in Brazil, recommending the use of the new approaches proposed in this work for the analysis of projects in the early phase of studies.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectBrazilian miningen
dc.subjectMineraçãopt_BR
dc.subjectMine planningen
dc.subjectLavra : Planejamentopt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.subjectTaylor’s ruleen
dc.subjectProduction rateen
dc.subjectLifetimeen
dc.titleAnálise da aderência dos métodos de previsão da taxa de produção em fases prematuras de projetos mineiros à realidade brasileirapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001108718pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Engenhariapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiaispt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record