Show simple item record

dc.contributor.advisorGonçalves, Andréa Krügerpt_BR
dc.contributor.authorSbeghen, Isadora Lochpt_BR
dc.date.accessioned2019-11-30T04:05:33Zpt_BR
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/202164pt_BR
dc.description.abstractO envelhecimento é um processo contínuo pautado pela natureza genética, física, sociocultural e psicológica de cada ser humano. Atrelado a este, a qualidade de vida é considerada uma construção subjetiva e multidimensional que tem relação com o curso de vida e a interação social. Trajetórias profissionais, bem como a prática de atividades físicas, podem ser consideradas frente a temática da qualidade de vida e envelhecimento. Assim, o objetivo deste estudo é investigar relações entre a profissão da Educação Física e a realização de atividades físicas regulares ao longo da vida de educadores físicos aposentados como meio de qualidade de vida. Este estudo se caracteriza por ser de cunho descritivo e abordagem qualitativa, no qual foram realizadas entrevistas narrativas com sete professores de Educação Física aposentados de uma instituição pública. A amostragem foi intencional por acessibilidade e para sua definição foi adotado o critério de saturação teórica. Para análise do material foram organizadas categorias paralelas a estrutura das entrevistas e foram instauradas subcategorias, visando o aprofundamento e discussão dos temas emergentes para o estudo. As categorias a priori e a posteriori de análise foram: Trajetória profissional: estruturas e alicerces; Aposentadoria: edificando novos cenários; Atividades Físicas: anseios frente a barreiras; Qualidade de vida e Envelhecimento: perspectivas e encaixes. Constatou-se que trajetórias profissionais permeiam escolhas individuais e também estão envoltas a um constructo de influências externas; a carreira docente, decisões e fases da vida têm relação com a realização de atividades físicas regulares ao longo da vida; a aposentadoria é vista como uma possível etapa de transição e propulsora de mudanças nas escolhas para realização ou não de práticas de atividades físicas regulares como meio de qualidade de vida; as percepções e entendimentos sobre envelhecimento e qualidade de vida são decorrentes das vivências dos professores e são ressaltadas como em constante formação. As narrativas evidenciam a busca do equilíbrio entre demandas do cotidiano ao longo de toda vida, e permitem a reflexão sobre como o trabalho e qualidade de vida estão inter-relacionados.pt_BR
dc.description.abstractAging is an on going process based on the genetic, physical, sociocultural and psychological nature of every human being. Attached to this, the quality of life is considered a subjective and multidimensional construction that has relation with the courses of life, the interaction and participation in society. Professional trajectories, as well as the practice of physical activities, can be considered in relation to the issue of quality of life and aging. Therefore, the aim of this study is to investigate relations between the physical education profession and the practice of regular physical activities throughout life of retired physical educators as quality of life. This study is descriptive and it has a qualitative approach, in it narrative interviews were conducted with seven retired Physical Education teachers from a public institution. The sampling was intentional by accessibility and for its definition the theoretical saturation criterion was adopted. For the analysis, categories parallel to the structure of the interviews were organized and subcategories were established, aiming the discuss of the emerging themes for the study. The a priori and a posteriori categories of analysis were: Professional trajectory: structures and foundations; Retirement: building new scenarios; Physical Activities: yearnings for barriers; Quality of life and aging: perspectives and fittings. Professional trajectories have been found to remain individual choices and are also related to a construct of external influences; teaching career, decisions and life stages are related to regular physical activities throughout life; retirement is seen as a possible transition stage and a generator of changes in the choices to do or not to practice regular physical activities as a means of quality of life; perceptions and understandings about aging and quality of life derive from teachers' experiences and are highlighted as being in constant formation. Narratives bring the search for balance between daily demands throughout life and allow to reflect on how work and quality of life are interrelated.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEnvelhecimentopt_BR
dc.subjectAgingen
dc.subjectQuality of lifeen
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.subjectPhysical activityen
dc.subjectAtividade físicapt_BR
dc.subjectPhysical education teachersen
dc.subjectProfessorpt_BR
dc.subjectAposentadoriapt_BR
dc.subjectRetirementen
dc.titleTrajetórias profissionais, atividade física e qualidade de vida de professores de Educação Física aposentados de uma universidade públicapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001107234pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Educação Física, Fisioterapia e Dançapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humanopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2019.pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record