Show simple item record

dc.contributor.advisorDall'Alba, Valescapt_BR
dc.contributor.authorSoares, Cássia Medinopt_BR
dc.date.accessioned2019-02-20T02:36:47Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/188896pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: Observa-se que em áreas de maior vulnerabilidade social, há altos níveis de insegurança alimentar, doenças infecciosas e doenças secundárias à desnutrição. Entretanto, estudos com indivíduos vulneráveis, como recicladores, são escassos, resultando na falta de programas de prevenção e promoção da saúde para essa população. O objetivo deste estudo foi descrever o perfil de saúde de duas Unidades de Classificação Residual do Sul do Brasil em termos de perfil nutricional, presença de insegurança alimentar, uso de substâncias e doenças sexualmente transmissíveis (DST). Método: Estudo transversal com adultos que realizaram a triagem dos resíduos, submetidos à avaliação clínica e nutricional. Utilizou-se a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA) para avaliar segurança alimentar/ insegurança, o Teste de Rastreio do Envolvimento com Álcool, Tabaco e Substância (ASSIST) para avaliar o uso de substâncias e o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) que avaliou os níveis de atividade física. Testes rápidos foram usados para detectar HIV, hepatite B, hepatite C e sífilis. Resultados: Os participantes (n = 123) eram em maioria negros (58%), mulheres (66%), com baixa escolaridade (73%) e com média de idade de 35 ± 13 anos. Em relação ao uso de substâncias, identificou-se que 47% necessitaram de intervenção em relação ao tabaco e 12% em relação ao álcool. Nesta população, detectou-se uma taxa de 74% de insegurança alimentar em algum grau, sendo 16,5% de insegurança severa. A presença de sobrepeso/obesidade foi identificada em 57% dos participantes, sendo que 62% das mulheres e 22% dos homens apresentaram circunferência da cintura aumentada, o que aumenta os riscos para doenças cardiovasculares. Em relação aos testes rápidos, a maior taxa de positividade foi para sífilis (11%), seguida pela hepatite C (2%) e HIV (1%). Nenhum caso de hepatite B foi detectado. Conclusão: Os resultados indicaram que essa população é altamente vulnerável e apresenta alto risco nutricional. A presença de insegurança alimentar foi detectada na maioria dos trabalhadores e quase metade deles necessitou de intervenção 9 para uso de substâncias. Além disso, a prevalência de hepatite C foi maior que a média nacional e três vezes maior que a média da região sul do Brasil. É essencial que tanto a sociedade quanto o governo reconheçam a existência desses problemas para que medidas efetivas, como intervenções educacionais para a promoção da saúde, possam ocorrer.pt_BR
dc.description.abstractIntroduction: In areas of greater social vulnerability, there are high levels of food insecurity, infectious diseases and diseases secondary to malnutrition. However, studies with vulnerable individuals, such as recyclers, are scarce resulting in a lack of health prevention and health promotion programs for this population. The objective of this study was to describe the health profile of two Southern Brazil Residual Classification Units in terms of nutrition profile, presence of food insecurity, substance use and sexually transmitted diseases (STDs). Method: This cross-sectional study was carried out with adults, who carried out the sorting of residues, that were submitted to clinical and nutritional evaluation. The Brazilian Food Insecurity Scale (EBIA) was used to evaluate food safety/insecurity, the Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST) was used to evaluate substance use and the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) which evaluated physical activity levels. Rapid tests were used to detect HIV, hepatitis B, hepatitis C and syphilis. Results: Participants (n=123) were in majority black (58%), women (66%), with low education (73%) and with a mean age of 35 ± 13 years. Regarding substance use, it was identified that 47% needed intervention in relation to tobacco and 12% in relation to alcohol. In this population, a rate of 74% of food insecurity was detected to some degree, being 16.5% of severe insecurity. The presence of overweight / obesity was identified in 57% of the participants, and 62% of the women and 22% of the men presented increased waist circumference, which increases risks for cardiovascular diseases. In relation to the rapid tests, the highest positivity rate was for syphilis (11%), followed by hepatitis C (2%) and HIV (1%). No cases of hepatitis B were detected. Conclusion: Results indicated that this population is highly vulnerable and present high nutritional risks. The presence of food insecurity was detected in the majority of workers and nearly half of them required intervention for substance use. In addition, the prevalence of hepatitis C was higher than the national average and three times higher than the average of the 11 southern region of Brazil. It is essential for both society and government to acknowledge the existence of these problems so that effective measures, such as educational interventions for health promotion can take place.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectFood and nutritional securityen
dc.subjectSegurança alimentar e nutricionalpt_BR
dc.subjectSaúde do trabalhadorpt_BR
dc.subjectSexually Transmitted Diseasesen
dc.subjectWaste Managementen
dc.subjectVulnerabilidade socialpt_BR
dc.subjectSocial vulnerabilityen
dc.subjectDoenças sexualmente transmissíveispt_BR
dc.subjectHepatite Cpt_BR
dc.subjectAdultopt_BR
dc.subjectPorto Alegre (RS)pt_BR
dc.titlePerfil de saúde e insegurança alimentar : um olhar sobre trabalhadores das unidades de triagem de resíduos da zona leste de Porto Alegre - RSpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001073663pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação: Ciências em Gastroenterologia e Hepatologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record