Show simple item record

dc.contributor.advisorSchwartsmann, Gilbertopt_BR
dc.contributor.authorMarroni, Belmonte Juarezpt_BR
dc.date.accessioned2018-11-21T02:42:47Zpt_BR
dc.date.issued1994pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/184855pt_BR
dc.description.abstracto autor avaliou a capacidade de retenção do anticorpo monoclonal22528S, o qual reconhece antígenos de alto peso molecular na. superficie de células de melanoma maligno humano, em 49 pacientes com confirmação histopatológica da neoplasia, após a administração endovenosa do anticorpo marcado com tecnécio, e posterior quantificação da captação tumor/tecido normal, através de imunocintilografia. Uma vez confirmada a segurança do método e a localização preferencial do imunoconjugado no tecido tumoral, o autor estudou o efeito do interferon alfa como modulador da expressão de antígenos de superficie e, por conseguinte, o seu potencial impacto na retenção do imunoconjugado no tecido tumoral. Utilizando o paciente como seu próprio controle, foi possível observar um incremento na retenção do imunoconjugado em sítios metastáticos pré-definidos em 8/10 pacientes. Dada a complexidade do fenômeno e o limitado número de casos estudados, optou-se pelo não tratamento estatístico dos dados e sim por sua discussão sob a forma preliminar. Pôde-se caracterizar uma tendência à maior concentração do imunoconjugado no tumor após o uso do interferon alfa. Cabe ressaltar que, em um caso, foi documentada conversão de uma metástase não-captante em uma lesão altamente captante após a administração do imunomodulador. Esta estratégia não havia sido estudada previamente em pacientes portadores desta neoplasia. Considerando a potencial aplicação diagnóstica e \ terapêutica do uso de anticorpos monoclonais em neoplasias malignas, esta observação de um efeito modulador da expressão de antígenos tumorais específicos, através da administração concomitante de interferon alfa, aumentando a retenção do anticorpo no tecido tumoral, poderá vir a representar um valioso recurso no futuro.pt
dc.description.abstractThe author evaluated the ability of the monoclonal antibody 22825S, which recognizes high-molecular weight cell surfàce antigens in human malignant melanoma, of being retained preferentially in 49 patients with histopathologically-proven malignant melanoma, following the intravenous administration of the thecnecium-labelled monoclonal ,antibody. The retention of the immunoconjugate in the tumor versus normal tissues was measured using irrilllunocintilographic tools. Following the documentation of the safety, feasibility and preferential antibody retention in the tumor tissue of melanoma patients, the author studied the effect of alpha-interferon as a modulator of cell surface antigen expression and thus, its impact on the retention of the immunoconjugate in the tumor. Using each patient as his own control, an enhancement of antibody localization in the tumor was demonstrated in 8 out of 10 cases. Due to the complexity of this phenomenon and the limited number of patients, the author decided to describe the results as preliminary observations without application of statistical tools. Notably, the administration of alpha interferon was able to convert a "cold" but histopathologically-confirmed metastatic lesion in one patient in a highly positive site, as quantified by immunocintilography. To the knowledge of the author, the above strategy was never applied to malignant melanoma patients before. Considering the potential application of monoclonal antibodies in cancer \ diagnostic and therapy, the above mentioned provocative observation of a modulatory effect of tumor antigens expression by interferons in men, leading to an increased retention of the antibody at the tumor site, may have important applications in the future.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMelanoma : Quimioterapiapt_BR
dc.subjectInterferon alfa : Uso terapêuticopt_BR
dc.subjectAntígenos de superfíciept_BR
dc.subjectMetástase neoplásicapt_BR
dc.titleObservações sobre o uso clínico de interferon alfa como modulador da expressão de antígenos de superfície em melanoma maligno metastáticopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000146495pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Medicina: Clínica Médicapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date1994pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record