Show simple item record

dc.contributor.advisorMachado, Maria Berenice da Costapt_BR
dc.contributor.authorFerrari, Felipept_BR
dc.date.accessioned2018-09-06T02:30:38Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/181733pt_BR
dc.description.abstractEstudo que tem por objetivo evidenciar as estratégias de projeção da imagem pública e compreender como elas se revelam em aparições públicas de candidatos a cargos majoritários. O objeto de estudo é a série norte americana House of Cards, comparam-se os dois protagonistas a partir dos indicadores roupas, gestual, vocabulário, entonação e decisões políticas. O recorte privilegia episódios da terceira e quarta temporadas, e cenas em que os candidatos, sempre em campanha visando o cargo de presidente, fazem aparições públicas ou tomam decisões a portas fechadas. O percurso metodológico inclui revisão bibliográfica, busca documental e análise de conteúdo. Dentre os autores, Aristóteles (1999), Bourdieu (2012), Maquiavel (2011), Rubim (2004), Max Weber (2014), Maria Helena Weber (2004), Wilson Gomes (2004), Baldissera (2006 e 2008), Rossini e Renner (2015), Sterling (2006) e Jost (2012). Os resultados da análise consideram que produtos de entretenimento com a temática política são eficazes em contrapor o que é visível ao eleitorado e o que é decidido em reuniões fechadas. Além disso, o conteúdo demonstra que, por si só, características visuais de um candidato não são capazes de construir a imagem pública, mas sim de confirmar uma imagem já existente.pt
dc.description.abstractStudy that aims to point the public image projection strategies, and understand how they are revealed in public appearances of candidates for majority elections. The object of study is the series House of Cards. The two protagonists are compared throughout indicators like gesture, vocabulary, intonation and political decisions. The clipping privileges episodes from seasons three and four, and scenes in with candidates, always campaigning with presidency in sight, either make public appearances or take closed-door decisions. The methodological route includes literary review, documental search and content analysis. Among the authors, Aristotle (1999), Bourdieu (2012), Machiavelli (2011), Rubim (2004), Max Weber (2014), Maria Helena Weber (2004), Wilson Gomes (2004), Baldissera (2006 e 2008), Rossini e Renner (2015), Sterling (2006) and Jost (2012). The analysis results consider that political-themed entertainment products are effective to counter what is visible to the voters and what is decided behind doors. Beyond that, the content shows that, by itself, visual features are unable of building a public image, therefore, they can endorse a already existent image.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectSeriesen
dc.subjectImagem públicapt_BR
dc.subjectPoliticsen
dc.subjectHouse of Cards (Série de televisão)pt_BR
dc.subjectElection campaignen
dc.subjectPublic imageen
dc.titleA campanha nunca termina: imagem pública e o jogo político na série House of Cardspt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001073915pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Biblioteconomia e Comunicaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.graduationComunicação Social: Habilitação em Propaganda e Publicidadept_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record