Show simple item record

dc.contributor.advisorKühn, Fábiopt_BR
dc.contributor.authorSilva, Alexssander Nascentes dapt_BR
dc.date.accessioned2018-08-08T02:33:07Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/180986pt_BR
dc.description.abstractA irmandade do Rosário de Viamão era uma organização religiosa de culto leigo católico onde havia em sua grande maioria a presença de escravos e libertos. Nesse sentido, para esses negros e negras, as irmandades do Rosário se tornaram lugares de vivências, experiências, ajuda mútua e de solidariedade. Lugares onde a população negra poderia gozar de certa autonomia na condução dos rumos de suas vidas dentro da rigidez da sociedade colonial de Antigo Regime. Dentro dessa proposta é importante salientar que nesse aspecto o tráfico de escravos adquire um novo sentido não se restringido apenas a operações comerciais. A transferência compulsória de africanos para a América Portuguesa permitiu, a partir desse contato, a formação de novas identidades, recriação de culturas e o desenvolvimento de novas sociedades. As irmandades do Rosário foram um empreendimento de religiosidade católica muito bem-sucedido. Ao longo do trabalho é possível identificar diversas organizações espalhadas no imenso território brasileiro onde há perceptíveis aproximações e diferenças com o sodalício gaúcho. Pelas fontes utilizadas no estudo, a contabilidade era importante para a Irmandade de Viamão alcançar seus objetivos. Nesse aspecto, o saber contábil aliado com o conhecimento histórico permitiram conhecer a irmandade Rosário de Viamão sob um outro olhar. As irmandades do Rosário surgidas no período colonial foram perdendo seu prestígio e importância ao longo do século XX. Mesmo diminuindo em muito sua autonomia, em alguns lugares, elas ainda se mantêm em funcionamento e têm uma certa representatividade. Um importante espaço de resistência. Um dos objetivos desse trabalho é ressaltar a importância da participação negra na história. Dessa forma, enfatizar o protagonismo das negras e negros na sociedade gaúcha e brasileira, onde por muito tempo foram tratados e retratados de forma subalterna.pt
dc.description.abstractThe brotherhood of the Rosary of Viamão was a religious organization of catholic lay worship where there was in his great majority the slaves' presence and freed. In this sense, for these black men and black women, the fraternities of the Rosary became places of existences, experiences, mutual help and of solidarity. Places where might autonomy enjoy the black population of certainty in the driving of the courses of his lives inside the rigidity of the colonial society of Ancient Regime. Inside this proposal it is important to point out that in this aspect the slaves' traffic acquires a new sense done not restricted only to commercial operations. The compulsory Africans transfer for Portuguese America allowed, from this contact, the formation of new identities, re-creation of cultures and the production of new societies. The brotherhoods of the Rosary were a very successful undertaking of catholic religiosity. Along the work it is possible to identify several organizations spread in the immense Brazilian territory where there is noticeable approximations and differences with the community from Rio Grande do Sul. For the fountains used in the study, the accounting it was important for the brotherhood of Viamão to reach his objectives. In this aspect, the allied accounting knowledge with the historical knowledge they allowed Rosary of Viamão knew the brotherhood under another glance. The brotherhoods of the Rosary appeared in the colonial period were losing his prestige and importance along the century XX. Even reducing in much his autonomy, at some places, you link still if they maintain in functioning and they have certain representativeness. An important resistance space. One of the objectives of this work is to emphasize the importance of the black participation in the history. In this form, it is to emphasize empowerment of the black women and black men in the society Brazilian and from Rio Grande do Sul, where by much time they were treated and shown in the subordinate form.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEscravidãopt_BR
dc.subjectSlaveryen
dc.subjectReligiosidadept_BR
dc.subjectAutonomyen
dc.subjectResistênciapt_BR
dc.subjectEmpowermenten
dc.subjectProtagonismopt_BR
dc.subjectResistanceen
dc.subjectReligiosityen
dc.subjectAutonomiapt_BR
dc.subjectViamão (RS) : Históriapt_BR
dc.titleIrmandade de Nossa Senhora do Rosário de Viamão : escravidão, religiosidade e resistência (1756-1790)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001072854pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.graduationHistória: Licenciaturapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record