Show simple item record

dc.contributor.advisorCapp, Edisonpt_BR
dc.contributor.authorSilva, Alexandre Kieslich dapt_BR
dc.date.accessioned2018-05-31T02:28:11Zpt_BR
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/178960pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: Diversos estudos têm questionado tanto o construto da depressão, por ser uma síndrome heterogênea, quanto à escala de avaliação de sua gravidade mais utilizada, a Escala de Depressão de Hamilton de 17 itens (HAM-D17). Nesta perspectiva, existem propostas de que a Escala de Depressão de 6 itens (HAM-D6) poderia substituir a HAM-D17 em estudos de avaliação de medicações, devido as suas melhores propriedades psicométricas também pelo fato de a HAM-D6 identificar os sintomas nucleares da depressão, conhecidos como sintomas da depressão melancólica. Objetivo: Avaliar as propriedades psicométricas da HAM-D6. Método: Foi realizada uma reanálise de um ensaio clínico pragmático em um ambulatório de transtornos de humor, com seguimento de 8 semanas, para verificar através da análise de Mokken a unidimensionalidade da HAM-D17 e HAM-D6. Foi também feita a correlação de Spearman para validade concorrente entre as escalas HAM-D17, HAM-D6 e de qualidade de vida (SF-36 e WHOQOL-BREF). Resultados: Incluídos 237 pacientes com idade média de 40,24 anos (±11,73) com diagnóstico, segundo os critérios do DSM-IV, de depressão unipolar em 58 (24,47%) pacientes, depressão bipolar em 73 (30,80%) e depressão bipolar com características mistas em 106 (44,73%). Apenas a escala HAM-D6 demonstrou ser uma escala unidimensional, com homogeneidade forte para avaliar depressão unipolar, moderada para avaliar a depressão bipolar e fraca para avaliar pacientes com depressão bipolar com características mistas. Tanto a HAM-D17 como a HAM-D6 tiveram correlação inversa e estatisticamente significativa na semana 0 de tratamento com as escalas SF-36 e WHOQOL-BREF, mas na 8ª semana de tratamento apenas a escala WHOQOL-BREF manteve esta correlação. Conclusões: Somente a HAM-D6 demonstrou ser uma escala unidimensional de avaliação da sintomatologia depressiva. Contudo, apresentou unidimensionalidade fraca em pacientes depressão bipolar com características mistas, talvez por esta condição abranger um grupo de entidades clínicas heterogêneas e a HAM-D6 identificar apenas os sintomas nucleares da depressão.pt_BR
dc.description.abstractIntroduction: Several studies have questioned both the construct of depression, as a heterogeneous syndrome, and the depression rating scale most used, the Hamilton Depression Rating Scale (HAM-D17). In this perspective, there are proposals that 6-item Hamilton Depression Rating Scale (HAM-D6) could replace the HAM-D17 in randomized clinical trial, due to its better psychometric properties. The HAM-D6 identifies also better the nuclear symptoms of depression, known as symptoms of melancholic depression. Objective: To evaluate the psychometric properties of HAM-D6. Methods: A pragmatic trial was performed in an outpatient clinic, with a follow-up of 8 weeks, to verify the unidimensionality of the HAM-D17 and of the HAM-D6 through Mokken's analysis. Spearman correlation was also performed for concurrent validity between the HAM-D17, the HAM-D6 and the quality of life scales (SF-36 and WHOQOL-BREF). Results: A total of 237 patients with a mean age of 40.24 years (± 11.73) with DSM-IV diagnosis were included, 58 with unipolar depression (24.47%), 73 (30,80%) with bipolar depression and 106 (44.73%) with bipolar depression with mixed features. Only the HAM-D6 scale proved to be a one-dimensional scale with strong homogeneity to evaluate unipolar, moderate homogeneity to evaluate bipolar depression and weak homogeneity to evaluate bipolar depression patients with mixed features. Both HAM-D17 and HAM-D6 had an inverse and statistically significant correlation at week 0 of treatment with the SF-36 and WHOQOL-BREF scales, but at the 8th week of treatment only the WHOQOL-BREF scale maintained this correlation. Conclusions: Only HAM-D6 has been shown to be a unidimensional scale. However, it presented weak unidimensionality in 14 patients with mixed bipolar symptomatology, perhaps because this condition is a group of heterogeneous clinical entities and HAM-D6 only identifies the nuclear symptoms of depression.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMelancholy scaleen
dc.subjectEscalas de graduação psiquiátricapt_BR
dc.subjectPsychometric propertiesen
dc.subjectTranstorno depressivopt_BR
dc.subjectDepression scaleen
dc.subjectTranstorno bipolarpt_BR
dc.subject6-item Hamilton Depression Rating Scaleen
dc.titleEscala de depressão de Hamilton de 6 itens (HAM-D6) : propriedades psicométricas da versão brasileira em mulheres e homens com transtorno depressivo maior, depressão bipolar e depressão Bipolar com características mistaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coShansis, Flavio Milmanpt_BR
dc.identifier.nrb001058466pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências da Saúde: Ginecologia e Obstetríciapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2017pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record