Show simple item record

dc.contributor.advisorRosário, Nísia Martins dopt_BR
dc.contributor.authorSouza, Pâmela Ramos dept_BR
dc.date.accessioned2018-05-18T02:27:51Zpt_BR
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/178527pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho de conclusão de curso é de uma mulher preta para outras mulheres pretas e pretende compreender como as mulheres negras constroem suas identidades a partir de seus hábitos de consumo midiático. O estudo tem como objetivos analisar como se dá o processo de construção da representatividade da mulher negra através das mídias consumidas; compreender, a partir das leituras sobre a mídia, como se constrói os estereótipos da mulher negra; entender as percepções sobre racismo das entrevistadas, e examinar de que maneira essas percepções contribuem nos processos de identificação da negritude. A metodologia foi composta pela pesquisa bibliográfica e entrevistas com seis mulheres negras residentes de Porto Alegre e Região Metropolitana. O eixo central da pesquisa é uma análise dos processos identificatórios articulados com o consumo midiático a partir dos relatos dessas mulheres. Por meio dessa análise foi inferido que a internet e suas potencialidades são algumas das principais vias de enfrentamento ao racismo, bem como forma de consumir mídia, visto ser um meio alternativo e comparativamente democrático, em que é possível encontrar representatividade negra, fundamental para os processos identitários.pt_BR
dc.description.abstractThis work of completion is from a black woman to other black women and wants to understand how black women build their identities from their habits of media consumption. The study aims to understand how the process of building the representation of the black woman through the consumed media occurs; to understand, from the readings about the media, how they construct the stereotypes of the black woman; understand the perceptions about racism of the interviewees, and understand how these perceptions contribute to the processes of identifying their own blackness. The methodology was composed by bibliographical research and interviews with six black women living in Porto Alegre and Metropolitan Region. The central axis is that from the reports of these women are analyzed the identification processes articulated with the media consumption. Through this analysis it was inferred that the internet and its potentialities are one of the main ways of coping with racism, as well as how to consume the media, since it is an alternative and much more democratic means, in which it is possible to find black representation, which is fundamental in the identity processes.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMulher negrapt_BR
dc.subjectRacismen
dc.subjectConsumopt_BR
dc.subjectBlack womanen
dc.subjectBlacknessen
dc.subjectIdentidade negrapt_BR
dc.subjectMedia consumptionen
dc.subjectInterneten
dc.titleA identidade da mulher negra e suas articulações com consumo midiáticopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coTomazetti, Tainan Paulipt_BR
dc.identifier.nrb001062951pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Biblioteconomia e Comunicaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2017pt_BR
dc.degree.graduationComunicação Social: Habilitação em Relações Públicaspt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record