Show simple item record

dc.contributor.advisorVedolin, Leonardo Modestipt_BR
dc.contributor.authorMello, Juliana Mariano da Rocha Bandeira dept_BR
dc.date.accessioned2016-04-28T02:08:12Zpt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/139762pt_BR
dc.description.abstractOBJETIVOS: Avaliar a certeza de qualidade dos resultados mamográficos em uma instituição de referência para diagnóstico e tratamento do câncer de mama na Região Sul do Brasil, considerando as recomendações da quinta edição do BIRADS (“Breast Imaging Reporting and Data System”) para propósitos de auditoria. MATERIAL E MÉTODOS: Foi realizado um estudo de coorte observacional retrospectivo e transversal com 4911 pacientes que foram submetidas a pelo menos uma mamografia durante o ano de 2013 em um hospital público regional, ligado a uma universidade pública federal na Região Sul do Brasil. Essas pacientes foram acompanhadas até 31 de dezembro de 2014, para checar as taxas de desempenho dos resultados mamográficos na instituição em estudo, incluindo verdadeirospositivos (VP), verdadeiros-negativos (VN), falso-positivos (FP), falso-negativos (FN), valores preditivos positivos (VPP), sensibilidade e especificidade com um intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: O estudo demonstrou alta certeza de qualidade nos resultados das mamografias digitais diagnósticas, especialmente em relação à sensibilidade (90,21%) e especificidade (98,97%). O valor preditivo positivo (VPP) geral foi estimado em 65,3%. A taxa de interpretação anormal (ou reconvocação) foi de 12,26% e a razão de verossimilhança (“likelihood ratio”) das mamografias diagnósticas obtida foi 86,68%. CONCLUSÕES: Conclui-se que os resultados de mamografias digitais diagnósticas foram apropriados e similares aos valores pospostos pelo BIRADS. Além disso, o estudo proporcionou auto-reflexão e auto-avaliação da prática radiológica no serviço, o que é essencial para o melhoramento e processo de colaboração mais efetivo entre todos os profissionais envolvidos com o diagnóstico e tratamento do câncer de mama. Esses resultados podem incentivar outras instituições a atingirem altas taxas de qualidade de desempenho nos resultados mamográficos, apesar de possíveis limitações estruturais quando comparadas a instituições de países desenvolvidos.pt_BR
dc.description.abstractOBJECTIVES: To evaluate the quality assurance of the mammography results in a reference institution for breast cancer diagnosis and treatment in southern Brazil, considering the BIRADS (Breast Imaging Reporting and Data System) 5th edition recommendations for auditing purposes. MATERIAL AND METHODS: We performed a retrospective cohort observational and cross-sectional study with 4911 patients who underwent at least one mammography throughout the year of 2013 in a regional public hospital, linked to a federal public university in southern Brazil. These patients were followed until 31st December, 2014 to check the performance rates of mammography results in our institution, including true-positives (TP), true-negatives (TN), false-positives (FP), false-negatives (FN), positive predictive values (PPV), sensitivity and specificity with a confidence interval of 95%. RESULTS: The study has showed high quality assurance on digital diagnostic mammographic results, especially regarding sensitivity (90,21%) and specificity (98,97%). The overall positive predictive value (PPV) was estimated in 65,3%. The abnormal interpretation rate (recall rate) was 12,26% and the likelihood ratio of diagnostic mammograms obtained was 86,68%. CONCLUSIONS: We concluded that our digital diagnostic mammography results were appropriate and similar to values proposed by the BIRADS. Also, the study provided self-reflection and insights on our radiological practice, which is essential to the improvement and more effective collaboration process between all the professionals involved with breast cancer diagnosis and treatment. These results may incentivize other institutions to achieve high quality performance rates in mammography results, despite possible infrastructure and facilities limitations when comparing to developed countries.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMamografiapt_BR
dc.subjectMammography auditingen
dc.subjectMammographyen
dc.subjectNeoplasias da mamapt_BR
dc.subjectRadiologiapt_BR
dc.subjectBreast canceren
dc.subjectQuality radiological assuranceen
dc.subjectDiagnóstico por imagempt_BR
dc.subjectQuality imagingen
dc.subjectQuality radiological imagingen
dc.titleQualidade de imagem radiológica : calculando sensibilidade e especificidade em mamografias digitais diagnósticas do HCPA – auditoria internapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000985131pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record