Show simple item record

dc.contributor.advisorWanderer, Fernandapt_BR
dc.contributor.authorSilva, Gislaine Souza dapt_BR
dc.date.accessioned2016-03-30T02:08:32Zpt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/134469pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho nasceu com o intuito de romper as dificuldades no ensino e aprendizagem de matemática, em especial no 6º ano, nas aulas de introdução as frações. O objetivo dessa pesquisa é analisar uma experiência pedagógica centrada no ensino de frações, sua origem, a noção de quantidade de um todo, através de pesquisas realizadas pelos alunos, fazendo uso de elementos do cotidiano dos mesmos e de mídias digitais. Os aportes teóricos que sustentam esta investigação encontram-se nos estudos de (Bernart, Um diferencial no Ensino e aprendizagem de Matemática, 2010; Meier, Modelagem Geométrica e o Desenvolvimento do Pensamento Matemático no Ensino Fundamental, 2012; Carneiro, Engenharia didática: um referencial para ação investigativa e para formação de professores de Matemática, 2005; Dante, Tudo é Matemática, 2013), e sites como: (Wikipédia, Brasil escola e Só matemática). Esta experiência foi realizada em uma turma do 6º ano da Escola Estadual Paraná, localizada na cidade de Porto Alegre, no bairro Cristal. As atividades que foram desenvolvidas com os alunos envolveram pesquisas realizadas por eles com o auxílio do professor e com o uso de mídias digitais disponíveis, a pesquisa foi referente à origem das frações, sua evolução até os dias atuais, receitas que utilizassem as medidas através de frações e construção de planilhas de utilização de ingredientes e outra com os gastos para uma comparação posterior. Para fechamento, realizamos a confecção da receita de dois bolos, pesquisados e confeccionados por eles, mas assado pelas merendeiras da escola, para a segurança dos mesmos Após a prática, constatou-se através dos relatos nos diálogos em grande grupo, que mesmo os docentes tendo pouco contato em sala de aula com as mídias digitais em geral, eles as aceitam muito bem. Além disso, pode-se observar que ao usar as mídias digitais os alunos aprenderam matemática com mais empenho, organização e interesse e isto foi percebido do decorrer das atividades propostas em aula, sendo o mesmo individual ou em grande grupo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEnsino de matematicapt_BR
dc.titleFrações no cotidianopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de especializaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000985789pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Matemáticapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.degree.levelespecializaçãopt_BR
dc.degree.specializationMatemática, Mídias Digitais e Didática : tripé para formação do professor de matemáticapt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record