Show simple item record

dc.contributor.advisorFleck, Marcelo Pio de Almeidapt_BR
dc.contributor.authorFranco, Matilde Birmann Dorfmanpt_BR
dc.date.accessioned2007-12-13T05:10:41Zpt_BR
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/11343pt_BR
dc.description.abstractEsta dissertação está desenvolvida de forma a serem apresentados dois artigos científicos. Inicialmente, é apresentada uma revisão bibliográfica a respeito do assunto. Após a revisão bibliográfica, são expostas as justificativas para que fosse realizada a presente dissertação e, a seguir, os objetivos do trabalho. Na seqüência, apresentam-se os dois artigos. O primeiro artigo apresenta achados referentes ao diagnóstico da comorbidade em questão. Neste artigo, discute-se a prevalência da comorbidade nesta amostra e os dois instrumentos utilizados para o diagnóstico de transtornos alimentares, avaliando-se a concordância entre ambos. Este artigo mostrou que a prevalência de transtornos alimentares em amostra de pacientes com transtorno de humor bipolar é superior à prevalência encontrada na população geral, especialmente quando se incluem formas mais brandas e atípicas de transtornos alimentares. Também verificou-se que a concordância entre os dois instrumentos utilizados no diagnóstico dos transtornos alimentares é moderada, tendo-se obtido o índice kappa de 0,42. A seguir, o segundo artigo compara a Qualidade de Vida entre os dois grupos - Transtorno de Humor Bipolar sem comorbidade ou com comorbidade com os Transtornos Alimentares - e aborda a questão dos transtornos alimentares subsindrômicos e sua interferência na Qualidade de Vida. Este trabalho mostrou que existe um prejuízo na Qualidade de Vida daqueles pacientes que apresentam a comorbidade em relação aos que não apresentam, mesmo quando os transtornos alimentares são incompletos ou atípicos. Finalizando a dissertação, conclui-se pela importância do tema e da investigação de quadros de transtornos alimentares em pacientes com transtorno de humor bipolar, já que a prevalência desta comorbidade não é pequena. Além disso, o tema assume relevância em função da possibilidade de melhora na Qualidade de Vida dos pacientes com transtorno de humor bipolar ao serem investigados e tratados, quando presentes, também os transtornos alimentares. Também se conclui pela necessidade da utilização de métodos diagnósticos sensíveis e específicos aos transtornos alimentares, sejam eles entrevistas estruturadas ou avaliações clínicas, e que incluam também o diagnóstico de transtornos alimentares parciais e atípicos. Além disso, enfatiza-se a importância de que mais pesquisas a respeito do tema sigam sendo desenvolvidas.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectTranstorno bipolarpt_BR
dc.subjectTranstornos da alimentaçãopt_BR
dc.titleComorbidade entre transtorno de humor bipolar e transtornos alimentarespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000606354pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Médicas : Psiquiatriapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2006pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record