Show simple item record

dc.contributor.authorVargas, Rosely de Andradept_BR
dc.contributor.authorVanz, Samile Andrea de Souzapt_BR
dc.date.accessioned2014-08-08T02:07:12Zpt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.issn0103-8478pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/99285pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho caracteriza a produção científi ca do Rio Grande do Sul em Ciências Agrárias representada na base de dados Web of Science de 2000 a 2010. A partir da análise de 6.617 registros, feita com o auxílio do software Bibexcel, são identifi cados documentos, idiomas e revistas mais utilizadas pelos pesquisadores gaúchos na divulgação de suas investigações. Apresenta-se também a evolução anual da produção e as instituições de ensino e pesquisa mais produtivas. Os resultados mostram que a produção científi ca do Estado em Ciências Agrárias indexada na base registrou forte crescimento, ascendendo de 179 documentos em 2000 para 1.107 documentos em 2010. Os artigos científi cos corresponderam a 92% do total das publicações. Inglês e português foram os idiomas mais usados. Entre os 20 periódicos com maior volume de publicações, 18 são do Brasil. A revista Ciência Rural liderou o ranking dos periódicos mais utilizados, concentrando 10% do total da produção no período.pt_BR
dc.description.abstractThis paper characterizes the scientifi c output of the state of Rio Grande do Sul in agricultural sciences as represented in the database Web of Science between 2000-2010. Based on the analysis of 6,617 indexed documents, using Bibexcel, we identifi ed types of documents, languages and journals most frequently used by authors to disseminate their research. The annual production growth and a list of the most productive institutions are also presented. The results reveal that agricultural research in Rio Grande do Sul, indexed in the Web of Science, showed a strong growth, increasing from 179 articles in 2000 to 1,107 documents in 2010. Scientifi c papers accounted for 92% of the publications. English and Portuguese were the most used languages by the authors. As to the journals, 18 out of the 20 titles most used by researchers are published in Brazil. The journal Ciência Rural led the ranking of the most used journals, accounting 10% of total output during 2000-2010.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofCiência rural. Santa Maria. Vol. 44, n.5 (maio 2014), p. 950-956pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectBibliometriapt_BR
dc.subjectAgricultural sciencesen
dc.subjectBibliometricsen
dc.subjectProdução científica : Avaliaçãopt_BR
dc.subjectScientific indicatorsen
dc.subjectCiências agráriaspt_BR
dc.titleA produção científica do Rio Grande do Sul em Ciências Agrárias representada na base Web of Sciencept_BR
dc.title.alternativeThe scientific production of Rio Grande do Sul in the agricultural sciences represented in the database web of science en
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000917560pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record