Show simple item record

dc.contributor.advisorSchafer, Gilmarpt_BR
dc.contributor.authorRodriguez, Edwin Antonio Gutierrezpt_BR
dc.date.accessioned2014-06-27T02:05:22Zpt_BR
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/96911pt_BR
dc.description.abstractMyrtaceae possui mais de 3000 espécies sendo Acca sp, Eucalyptus sp, Myrcianthes sp, Myrcia sp, Psidium sp, os gêneros mais representativos pela importância ambiental, econômica, farmacêutica, entre outras. O presente estudo teve como objetivo contribuir no aprimoramento das técnicas de propagação de Psidium cattleianum Sab e Eugenia brasiliensis Lam por estaquia e semeadura em condições in vivo e in vitro. Para P. cattleianum, na propagação in vivo foram testados: Doses de AIB na presença ou ausência de BAP no enraizamento de estacas herbáceas, e indução ao enraizamento de estacas de folha; na propagação in vitro foi testado, para organogênese: Efeito do acido giberélico, do tempo de imersão em NaOCl (2 %) e água 55°C por 10 min na germinação das sementes; Efeito da composição do meio de cultura e da relação entre concentrações de BAP:ANA no desenvolvimento de miniestacas. Para calogênese, para desinfestação de explantes na fase de introdução, foram testados: Pré-tratamento com solução de tiofanato-metílico (49 mg L-1 i.a) misturado com ampicilina (250 mg L-1); efeito do tempo de imersão e do pH da solução de NaOCl. Para desdiferenciação foi testado: Doses de cinetina na indução de calogênese em lâmina foliar e doses de 2,4-D em porções de hipocótilo. Para E. brasiliensis , in vivo, foram testados o efeito da concentração de AIB na indução de enraizamento de estacas e in vitro foi testado o efeito da concentração de AG3 no estabelecimento de miniestacas. Os principais resultados permitem inferir que as duas espécies são passíveis de se propagar por estaquia, sendo que para E. brasiliensis a técnica deve ser aprimorada para aumentar o percentual de enraizamento. Na propagação in vitro de P. cattleianum o meio WPM foi mais adequado para o estabelecimento de miniestacas. A eficiência do NaOCl na desinfestação de sementes e explantes para calogênese é afetada pela concentração da solução, tempo de contato e pH da solução. A desdiferenciação celular e a indução de calo em araçazeiro diferem em função do tipo de explante e concentração de cinetina. Análise histológica evidenciou a participação da região do periciclo vascular e borda dos explantes na calogênese e a diferença na população fenotípica nos explantes foliares.pt_BR
dc.description.abstractMyrtaceae has over 3000 species being Acca sp, Eucalyptus sp, Myrcianthes sp, Myrcia sp, Psidium sp, the most representative genus for environmental, economic, pharmaceutical importance, among others. The present study aimed to contribute to the enhancement of propagation techniques of Psidium cattleianum Sab. and Eugenia brasiliensis Lam. by cuttings and sowing conditions in vivo and in vitro. For P. cattleianum, propagation in vivo were tested: IBA doses in the presence or absence of BAP on rooting herbaceous and inducing rooting of leaf; in vitro propagation was tested for organogenesis: Effect of gibberellic acid, immersion time in NaOCl (2%) and water (55 ° C for 10 min) on seed germination; Effect of culture medium composition and culture concentration ratio BAP: ANA on developing shoots. For callus induction, explants disinfection stage of introduction were tested: Pre-treatment with a solution of thiophanate-methyl (49 mg L-1 a.i) mixed with ampicilin (250 mg L-1); effect of immersion time and pH of NaOCl solution. For dedifferentiation were tested: doses of kinetin to induce callus formation in leaf blade and doses of 2,4-D in portions hypocotyl. In vivo for E. brasiliensis we tested the effect of IBA concentration in inducing rooting; in vitro was tested and the effect of GA3 concentration in establishing cuttings. The main results infer that the two species are likely to propagate by cuttings, and to E. brasiliensis technique should be enhanced to increase the percentage of rooting. For in vitro propagation of P. cattleianum the WPM was more suitable for the establishment of cutings. The efficacy of NaOCl in seed disinfection and explants for callus formation is affected by the solution concentration, dwell time and solution pH. The cellular dedifferentiation and callus induction in strawberry guava differ depending on the explant type and concentration of kinetin. Histological analysis showed the pericycle and vascular edge participation of explants on callus formation and phenotypic difference in population in leaf explants.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectGrumixamapt_BR
dc.subjectAraçápt_BR
dc.subjectCultura in vitropt_BR
dc.subjectMudapt_BR
dc.titleContribuições à propagação de araçazeiro (Psidium cattleianum Sab.) e grumixameira (Eugenia brasiliensis Lam.)pt_BR
dc.title.alternativeContributions to the propagation of strawberry guava (Psidium cattleianum Sab.) and grumixameira (Eugenia brasiliensis Lam.) en
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coSouza, Paulo Vitor Dutra dept_BR
dc.identifier.nrb000894642pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Agronomiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Fitotecniapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2013pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record