Show simple item record

dc.contributor.advisorLima, Luciana Leitept_BR
dc.contributor.authorCamargo, Lisiane Pifferopt_BR
dc.date.accessioned2014-06-10T02:05:19Zpt_BR
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/96293pt_BR
dc.description.abstractO tema central deste trabalho é a rede de assistência aos refugiados que vieram para o Rio Grande do Sul através do programa brasileiro de reassentamento solidário. Este programa destina-se a refugiados que não se adaptaram ao seu primeiro país de refúgio. O objetivo da pesquisa é analisar a formação da rede de assistência e como as ações e articulações dos atores que compõe a rede impactam na política nacional de acolhimento aos refugiados. Os resultados encontrados apontam que a rede de assistência ainda está em processo de formação. A rede instaurou suas ações a partir de demandas trazidas pelos próprios refugiados que buscavam efetivar sua inserção na sociedade brasileira e seu trabalho serve para compensar as lacunas apresentadas pela política do reassentamento. Neste sentido, o trabalho da rede de assistência configura uma política mais ampla e de acordo com as necessidades concretas dos reassentados. Mesmo recente, a assistência oferecida pela rede é fundamental no processo de acolhimento. A existência do programa brasileiro de reassentamento é vital, mas está longe de ser suficiente. É o trabalho desenvolvido pela rede de assistência que faz a diferença na vida dos reassentados no Rio Grande do Sul.pt_BR
dc.description.abstractEl objetivo de este trabajo es mostrar la red de asistencia a los refugiados que vinieron a Rio Grande del Sur por medio del programa brasilero de reasentamiento solidario. Este programa se ocupa de refugiados no adaptados al primero pais de refugio. La siguiente pesquisa analiza la formación de la red de asistencia y de cómo actuan y articulan los agentes que forman parte de esa red afectan en la política nacional de acojimiento a los regiados. Los resultados encontrados apuntan que la red todavía está en proceso de formación. La red estableció sus acciones a partir de demandas trajidas por los propios refugiados que buscaban su inserción en la sociedad brasilera y su trabajo sirve para compensar las lacumnas presentadas por la política de reasentamiento. En este sentido, este trabajo configura una política más ámplia y que abarca las necesidades reales de los reasentados. Aunque reciente, la asistencia ofrecida por la red es fundamental en el proceso de acojimiento y, además de estar lejos de ser suficiente, es un trabajo que se distingue en la vida de los reasentados en el Rio Grande del Sur.es
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectReasentamientoes
dc.subjectReassentamento solidáriopt_BR
dc.subjectRed de Asistenciaes
dc.subjectAssistência socialpt_BR
dc.subjectRefugiadospt_BR
dc.titleRefugiados no Brasil : a formação da rede de assistência a refugiados no Rio Grande do Sulpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000918040pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2013pt_BR
dc.degree.graduationCiências Sociais: Bachareladopt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record