Show simple item record

dc.contributor.advisorAlgeri, Simonept_BR
dc.contributor.authorOliveira, Larissa Sant'Annapt_BR
dc.date.accessioned2013-09-27T01:48:38Zpt_BR
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/78417pt_BR
dc.description.abstractTrata-se de uma Revisão Integrativa (RI), baseada no Método de Cooper (1982), o qual busca agrupar resultados de pesquisas sobre um mesmo tema. Objetivou-se identificar os fatores de risco e proteção relacionados ao início do uso de substâncias psicoativas (SPA) em adolescentes e caracterizar o papel do enfermeiro na prevenção do início do uso de SPA nos mesmos. No cruzamento dos descritores nas bases de dados Lilacs, Scielo e Medline, foram encontrados 5284 artigos e, após a leitura dos títulos e resumos, obteve-se um total de 65 artigos publicados entre os anos de 2003 a 2012. Posteriormente, na leitura crítica dos estudos, 17 artigos foram selecionados. Foram encontrados os seguintes fatores de risco relacionados ao uso de substâncias psicoativas em adolescentes: envolvimento em situações de violência (dois autores); problemas familiares (onze autores); classe social menos favorecida (três autores); pais ou familiares que utilizam SPA (seis autores); influência de amigos e colegas (quatro autores); problemas relacionados à escola (três autores) e fatores psicoemocionais (três autores). Em relação aos fatores protetores, foram evidenciados: adequadas relações familiares (sete autores); bom vínculo escolar (dois autores); religiosidade (um autor) e sobrepeso (um autor). Em relação ao papel do enfermeiro na prevenção do uso de SPA, não foram encontrados artigos que abordassem esta variável. Apenas um autor trabalhou a visão dos estudantes de enfermagem sobre o papel do enfermeiro acerca deste fenômeno, onde os acadêmicos de enfermagem acreditaram ser da competência do enfermeiro a efetivação dos cuidados aos dependentes químicos, porém, salientaram lacunas em sua formação acadêmica. Conclui-se que esta RI não esgotou a investigação do assunto, devido à complexidade do tema. Destaca-se a importância em conhecer os fatores relacionados ao uso de substâncias em adolescentes para a criação e implantação de programas de redução do uso de SPA. Sugere-se ainda, a abordagem mais ampla desta problemática na universidade, criando espaços para o pleno desenvolvimento das habilidades e competências do enfermeiro no que tange a prevenção e tratamento desse grave problema de saúde dos adolescentes.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectAdolescentept_BR
dc.subjectTranstornos relacionados ao uso de substânciaspt_BR
dc.subjectDrogas ilícitaspt_BR
dc.titleUso de substâncias psicoativas em adolescentes : uma revisão integrativapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000899012pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Enfermagempt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2013pt_BR
dc.degree.graduationEnfermagempt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record