Show simple item record

dc.contributor.authorNetto, Vinicius de Moraespt_BR
dc.contributor.authorKrafta, Rômulo Celsopt_BR
dc.date.accessioned2013-09-20T01:46:42Zpt_BR
dc.date.issued1999pt_BR
dc.identifier.issn1517-4115pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/78200pt_BR
dc.description.abstractA presente pesquisa oferece uma abordagem alternativa para a visão da segregação como processo de afastamento entre classes sociais pela produção de zonas de habitação segregadas. As rotinas sociais, formadas pela montagem dos percursos e atividades típicas das classes em função de diferentes lógicas e padrões de apropriação, estruturarão redes sociais distintas dentro de um mesmo sistema urbano. A segregação assim é observada na incompatibilidade ou pouca sobreposição das redes sociais constituídas pelas ações dos indivíduos sobre o espaço urbano, conformando-se como fenômeno dinâmico. Esta visão da segregação não como áreas segregadas mas como ação e apropriação dos espaços da cidade possibilita mensurar quanto há de segregação em uma cidade. O modelo mostra a dinâmica das classes sobre o espaço urbano, e o conseqüente panorama da segregação social, visualizado na sobreposição das redes (como um mapa dinâmico da segregação), resultando na propriedade do Nível de Segregação Urbana.pt_BR
dc.description.abstractThe current work intends to propose a different approach to the phenomenon of segregation, usually analysed as social distance motivated by the production of segregated areas. The individuals routines – made of typical-by-class daily activities and movement structure, based on different logics and patterns of social appropriation – will constitute social networks of class appropriation defined by specific income levels. Therefore, the notion of social segregation can be taken as particular dynamic networks, barely superimposed. The whole process gives a dynamic view on the phenomenon. The notion of segregation viewed not as segregated areas but as segregated appropriation on urban spaces (grid and attractors) permits to measure the level of segregation of a town. The model shows the classes dynamics on urban space and the panorama of social segregation, upon the level of superimposition of the different networks over the same urban macrostructure – resulting in the property of Urban Segregational Level.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofRevista brasileira de estudos urbanos e regionais. Recife, PE. N. 1 (maio/nov. 1999), p. 133-152pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectSociologia urbanapt_BR
dc.subjectSocial segregationen
dc.subjectSegregação espacialpt_BR
dc.subjectSocial networksen
dc.subjectClasses dynamicsen
dc.subjectSegregação socialpt_BR
dc.subjectModelingen
dc.subjectEspaço urbanopt_BR
dc.titleSegregação dinâmica urbana : modelagem e mensuraçãopt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000208728pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record