Show simple item record

dc.contributor.advisorPrietsch, José Renatopt_BR
dc.contributor.authorLiu, Karen Neutzling Caldassopt_BR
dc.date.accessioned2012-05-18T09:20:08Zpt_BR
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/49000pt_BR
dc.description.abstractA agenesia dentária, também definida como ausência congênita, é caracterizada pela redução numérica de elementos dentários. É uma das anomalias dentárias mais frequentes no ser humano e resulta de distúrbios durante os estágios de iniciação e proliferação na formação dentária. Pode ser classificada como hipodontia, oligodontia ou anodontia. O termo hipodontia é usado para descrever agenesias de um a seis dentes, excluído os terceiros molares, oligodontia para a ausência de mais de seis dentes e anodontia para a ausência completa de dentes. Estudos populacionais mostram que a prevalência de hipodontia difere entre as dentições decídua e permanente, tipo de dente e grupos raciais variando de 0,03 a 10,1 por cento em vários grupos populacionais. A etiologia da agenesia dentária é multifatorial, incluindo pré-disposição genética, fatores externos, radiação e síndromes. As duas principais alternativas de tratamento ortodôntico são o fechamento de espaços ou a abertura de espaços para reposição protética, implante ou autotransplante, podendo ambas comprometer a estética, saúde periodontal e função oclusal.pt_BR
dc.description.abstractThe dental agenesis, also defined as congenital absence, is characterized by a reduced number of teeth. It is one of the most common dental anomalies in humans and results from disturbances during the initiation and proliferation stages in dental training. Can be classified as hypodontia, oligodontia or anodontia. The term hypodontia is used to describe an agenesis of six teeth, excluding third molars, oligodontia for no more than sixteeth and agenesis to complete absence of teeth. Population studies show that the prevalence of hypodontia differs between deciduous and permanent dentition, tooth typeand racial groups ranging from 0.03 to 10.1 percent in various population groups. The etiology of tooth agenesis is multifactorial, including genetic predisposition, external factors, radiation and syndromes. The two main treatment options are orthodontic space closure or opening spaces for replacement prosthetic, implant or autotransplantation, wich can compromise which can both compromise aesthetics, occlusal function and periodontal health.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectOrtodontiapt_BR
dc.subjectOrthodonticsen
dc.subjectTooth agenesisen
dc.subjectPrevalenceen
dc.titleAgenesias dentárias : revisão de literaturapt_BR
dc.title.alternativeTooth agenesis: review of literature en
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000828639pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Odontologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2011pt_BR
dc.degree.graduationOdontologiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record