Show simple item record

dc.contributor.advisorRösing, Cassiano Kuchenbeckerpt_BR
dc.contributor.authorFreitas, Germano Borba dept_BR
dc.date.accessioned2011-09-28T01:17:33Zpt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/32129pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho tem por objetivo revisar conceitos e aplicações dos tratamentos da periodontite crônica utilizando instrumentos manuais e instrumentos ultra-sônicos, traçando, assim um comparativo a fim de firmar suas importâncias quanto estratégias de tratamento e estimular suas aplicações. Para tanto, foram selecionados quinze artigos nesta revisão de literatura. Como critério de escolha foi decidido por artigos que contivessem informações sobre tempo de tratamento despendido com cada uma das técnicas, a eficiência de cada uma delas, a perda de estrutura dentária que cada uma delas causa, além dos dados que mostram o resultado do trabalho realizado por cada uma dessas estratégias de tratamento nas regiões de furca. As conclusões desta revisão são de que ambas as formas de tratamento, com instrumentos manuais e ultra-sônicos, parecem não apresentar, em profissionais treinados, significativa diferença de tempo de tratamento. Além disso, os estudos mostram que a eficácia de tratamento para os parâmetros inflamatórios supragengivais e subgengivais são semelhantes. Da mesma forma, com relação a perda de estrutura, quando se utiliza os instrumentos ultra-sônicos com força e angulação corretas, parece haver menor perda de estrutura dental. Contudo, seria interessante que após a instrumentação ultra-sônica fosse realizada a utilização de instrumentos manuais para alisamento, pois os instrumentos ultra-sônicos deixam a superfície mais áspera. Para o tratamento de lesões de furca, os instrumentos manuais e ultra-sônicos apresentam a mesma eficácia na terapia em lesão Grau I, já nas lesões II ou III, os instrumentos ultra-sônicos apresentam vantagens, pois são menores (pontas ativas) e necessitam menos espaço para um adequado debridamento subgengival. Dessa forma, o presente estudo considera que a aplicação de instrumentos ultra-sônicos está em par com a instrumentação manual convencional nos resultados clínicos, ficando a cargo do cirurgião-dentista escolher a melhor técnica que convenha a ele e ao seu paciente.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPeriodontia : Instrumentacaopt_BR
dc.titleTratamento da periodontite crônica : instrumentos manuais e ultra-sônicos : uma revisão de literaturapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coDaudt, Fernando Antonio Rangel Lopespt_BR
dc.identifier.nrb000786919pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Odontologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2010pt_BR
dc.degree.graduationOdontologiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record