Show simple item record

dc.contributor.advisorMonteiro, Sergio Marley Modestopt_BR
dc.contributor.authorCeleste, Igor Isquierdopt_BR
dc.date.accessioned2011-04-01T06:00:01Zpt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/28368pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa analisa os principais aspectos da coordenação macroeconômica no Mercosul e as possibilidades de evolução do bloco a partir de seu desenvolvimento. Estabelece como base teórica a Teoria da Interdependência e tem como hipótese principal a idéia de que a falta de harmonização macroeconômica do Mercosul se justifica pela existência tanto de assimetrias entre os membros, como também pela relevante falta de vontade política e pela inconsistente institucionalização características do bloco regional. Utiliza, além disso, o período do Governo Luis Inácio Lula da Silva para um estudo empírico da coordenação macroeconômica do Mercosul. Os resultados indicam que a harmonização macroeconômica no bloco ainda é pequena, não somente em relação às ações tomadas por parte dos países do Mercosul em sua direção, como também em termos de convergência de variáveis macroeconômicas ao longo dos anos analisados. Isso se justifica pelas diferenças estruturais entre os países, pela falta de ações concretas em direção a uma integração regional mais aprofundada e pelo deficiente grau de institucionalização do bloco.pt_BR
dc.description.abstractThis research analyzes the main aspects of macroeconomic coordination in Mercosur and its development possibilities. The theoretical foundation is based on the Interdependence Theory and the paper’s major hypothesis indicates the lack of macroeconomic harmonization in Mercosur caused by the existence of asymmetries among its members as well as the need of political will and the inconsistent institutionalization in this regional integration process. The study examines the period of Luis Inácio Lula da Silva’s Government to make an empirical analysis of macroeconomic coordination in Mercosur. The results indicate that the macroeconomic harmonization in Mercosur is still limited, not only regarding the measures taken by the members in this direction, but also in terms of macroeconomic variable convergence throughout the studied years. These consequences are proved by the structural differences among the Mercosur nations as well as both the lack of concrete actions towards a deeper regional integration and the deficient institutionalization in Mercosur.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectIntegrationen
dc.subjectGoverno Luiz Inácio Lula da Silva : 2003-2006pt_BR
dc.subjectMercosuren
dc.subjectGoverno Luiz Inácio Lula da Silva : 2007-2010pt_BR
dc.subjectMacroeconomic coordinationen
dc.subjectMercosulpt_BR
dc.subjectInterdependenceen
dc.subjectIntegração econômicapt_BR
dc.subjectRelações internacionaispt_BR
dc.subjectInstitutionalizationen
dc.subjectSouth americaen
dc.subjectMacroeconomiapt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.subjectAmérica Latinapt_BR
dc.titleA coordenação macroeconômica e as perspectivas do Mercosul : uma abordagem da teoria interdependência desde o início do governo Lulapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000770753pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Ciências Econômicaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2010pt_BR
dc.degree.graduationRelações Internacionaispt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record