Show simple item record

dc.contributor.advisorOtt, Paulo Henriquept_BR
dc.contributor.authorPortal, Caroline santospt_BR
dc.date.accessioned2021-02-04T04:13:18Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/217742pt_BR
dc.description.abstractO golfinho-de-Risso (Grampus griseus) é uma espécie de cetáceo preferencialmente pelágica, com ampla distribuição em águas tropicais e temperadas ao redor do mundo. Sua ocorrência no Brasil tem sido reportada há mais de quatro décadas, porém as informações a respeito de sua distribuição geográfica ainda são escassas. Este estudo pretende revisar a ocorrência da espécie ao longo da costa do Brasil e avaliar o seu padrão de distribuição em águas oceânicas do Rio de Janeiro (RJ). A revisão foi realizada através de uma ampla busca por registros publicados em periódicos científicos, livros de resumo, plataformas web, entre outros. O padrão de distribuição foi avaliado utilizando avistagens da espécie provenientes de sobrevoos sistemáticos pra observação de cetáceos, no talude e plataforma externa do RJ. As avistagens foram plotadas em uma plataforma de sistema de informação geográfica (SIG) e a profundidade da coluna de água, distância da isóbata de 200 m e distância da costa foram calculadas para cada avistagem. A taxa de encontro geral em esforço e por intervalos de profundidade também foi calculada. Adicionalmente, o efeito da quebra da plataforma continental sobre a ocorrência de grupos do golfinho-de-Risso foi investigado com o uso de modelos lineares generalizados (GLM). O total de 74 registros foi compilado, sendo 54 publicados e 20 não publicados. Destes, 46 provenientes de avistagens no mar, 18 de encalhes, cinco de capturas acidentais e cinco com tipo de observação indefinida. A ocorrência da espécie é reportada desde o Pará (0º42’S) ao Rio Grande do Sul (32º28’S). O total de 18 grupos de golfinhos-de-Risso foi registrado, os quais ocorreram entre 700-2.819 m de profundidade (mediana=1.646 m; média=1.727 m; DP=477 m), a uma distância da costa que variou de 110 a 189 km (mediana=140 km, média=141,6 km, DP=28,09 km) e a uma distância média de 56 km da isóbata de 200 m (DP=29 km; mediana=51 km; amplitude=25-119 km). A taxa de encontro total foi de 0,001 grupos/km e o intervalo com a maior taxa foi entre 1.600-1.900 m (0,0037 grupos/km). Os resultados do GLM indicaram uma relação negativa entre a ocorrência de grupos do golfinho-de-Risso e a distância para a quebra da plataforma continental. Os resultados do presente estudo indicam que a espécie possui ampla distribuição ao longo da costa brasileira, indicando que seja contínua. A maior taxa de encontro de grupos do golfinho-de-Risso entre 1.600-1.900m corrobora com o padrão de distribuição oceânico descrito para a espécie. A influência da quebra da plataforma continental sobre a ocorrência de grupos do golfinho-de-Risso indicaria um potencial efeito da disponibilidade de presas sobre a ocorrência da espécie, como observado em outras regiões do mundo. O presente estudo traz importantes informações para melhor compreender a ocorrência e distribuição da espécie em águas brasileiras, servindo, assim, de base para avaliar o estado de conservação da espécie. Contudo, novos estudos ainda são necessários para melhor avaliar o padrão de distribuição da espécie ao longo da costa do Brasil e elucidar o efeito de variáveis bióticas e abióticas sobre a sua distribuição.pt_BR
dc.description.abstractThe Risso’s dolphin, Grampus griseus, is a widely distributed cetacean species in tropical and temperate waters, with a predominantly pelagic habit. Its occurrence in Brazil has been reported for more than four decades, but the information regarding its geographical and spatial distribution is still scarce. This study intends to review the occurrence and distribution of the Risso’s dolphin off the Brazilian coast and to understand patterns of the species' distribution in offshore waters of Rio de Janeiro State (RJ). The review was conducted through a broad search for published and unpublished records, including scientific journals, abstract books, web platforms, among others. The distribution patterns were evaluated using sightings of the species recorded during dedicated aerial surveys for cetaceans off the slope and outer continental shelf of Rio de Janeiro. The sightings were plotted on digital map and the depth of the water column, distance from the 200 m isobath and distance from the coast were calculated for each sighting. The Encounter rate (ER) on effort and depth intervals was also calculated. Additionally, the effect of the continental shelf-break on the occurrence of Risso’s dolphin groups was investigated using generalized linear models (GLM). The total of 74 records was compiled, being 54 published and 20 unpublished. Of these, 46 came from observations at sea, 18 from strandings, five from fishery bycatch and five from undefined observations. The occurrence of the species is reported from Pará (0º42'S) to Rio Grande do Sul (32º28'S). During the aerial surveys, a total of 18 groups of Risso’s dolphins was recorded between 700-2,819 m deep (median=1,646 m; mean=1,727 m; SE=477 m), at a distance from the coast that ranged from 110 to 189 km (median=140 km, mean=141.6 km, SD=28.09 km), an average distant of 56 km from the 200 m isobath (SE=29 km; median=51 km, range=25-119 km). Total ER was 0.001 groups/km and the interval with the highest ER was between 1,600-1,900 m (0.0037 groups/km). The GLM results indicated a negative relationship between the occurrence of Risso’s dolphin groups and the distance from the continental shelf-break. The results of the present study indicate that the species has a wide distribution along the Brazilian coast, indicating that it is continuous. The highest ER of groups of the Risso’s dolphin between 1,600-1,900 m corroborates with the oceanic distribution pattern described for the species. The influence of the continental shelf-break on the occurrence of Risso’s dolphin groups would indicate a potential effect of the availability of prey on the occurrence of the species, as observed in other regions of the world. The present study provides important information to better understand the occurrence and distribution of the species’ in Brazilian waters, thus serving as a basis for evaluating the conservation status of the species. However, new studies are still needed to better evaluate the distribution pattern of the species along the coast of Brazil and to elucidate the effect of biotic and abiotic variables on their distribution.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectCetáceospt_BR
dc.subjectCetaceansen
dc.subjectGolfinhospt_BR
dc.subjectAerial surveysen
dc.subjectReviewen
dc.subjectPlataforma continental brasileirapt_BR
dc.subjectRio de Janeiro (Estado)pt_BR
dc.titleRevisão da ocorrência e distribuição do Golfinho-de-Risso Grampus griseus em águas brasileiras e análise dos padrões de distribuição da espécie no talude e plataforma externa do Rio de Janeiro, Brasil.pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coPerez, Frederico sucunzapt_BR
dc.identifier.nrb001088728pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Biociênciaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.graduationCiências Biológicas: Ênfase em Biologia Marinha e Costeira: Bachareladopt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record