Show simple item record

dc.contributor.authorKuana, Suzete Lorapt_BR
dc.contributor.authorSantos, Luciana Ruschel dospt_BR
dc.contributor.authorRodrigues, Laura Beatrizpt_BR
dc.contributor.authorBorsoi, Anderlisept_BR
dc.contributor.authorKellermann, Alinept_BR
dc.contributor.authorSalle, Carlos Tadeu Pippipt_BR
dc.contributor.authorMoraes, Hamilton Luiz de Souzapt_BR
dc.contributor.authorNascimento, Vladimir Pinheiro dopt_BR
dc.date.accessioned2010-04-16T09:16:39Zpt_BR
dc.date.issued2008pt_BR
dc.identifier.issn1678-0345pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/20792pt_BR
dc.description.abstractCampylobacter são microorganismos patogênicos associados com aves ou alimentos de origem avícola e sua importância está relacionada à alta prevalência de Campylobacter nos frangos de corte e suas carcaças, correlacionados com gastroenterite em humanos. Neste estudo, monitorou-se 22 lotes de frango de corte com idades entre 3 a 5 semanas na granja e 35 dias no abate e avaliou-se os métodos de pré-enriquecimento (PE) e isolamento direto (ID) para identificação de Campylobacter em swabs cloacais e carcaças de frango. Realizaram-se 22 análises de swabs cloacais pelo PE e pelo ID, 96 análises de carcaças pelo ID e, destas, 95 pelo PE. Para o isolamento direto a partir de swabs utilizou-se o ágar mCCDA acrescido de suplemento seletivo, acondicionado em embalagem não permeável e microaerofilia com mistura de gases (5% O2, 10% CO2 e 85% N2). Para o PE, os swabs foram inoculados em pool no caldo Bolton suplementado com antibióticos e 200 mg/ L de TTC, seguido de inoculação em ágar mCCDA, também em microaerofilia. As carcaças também foram analisadas para ambos os métodos, utilizando-se caldo Bolton no pré-enriquecimento, seguido de inoculação em mCCDA ou isolamento direto em ágar Bolton com TTC, sempre em microaerofilia. Não houve diferença significativa (p=1,00) entre os métodos de pré-enriquecimento e isolamento direto nas amostras de swabs e carcaças. Identificou-se 81,8% lotes positivos por ID e 77,3% pelo PE na análise dos swabs e 99,0% das carcaças pelo PE e 97,9% pelo ID. Os métodos de pré-enriquecimento e isolamento direto foram homogêneos e sensíveis para detecção de Campylobacter em amostras de swabs cloacais e carcaças de frango. Entretanto, pela praticidade e antecipação dos resultados em 24 horas, recomenda-se a utilização do método de isolamento direto.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofActa scientiae veterinariae. Vol. 36, n.1 (2008), p. 21-24pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectCampylobacteren
dc.subjectCarcaça de frangospt_BR
dc.subjectCampylobacterpt_BR
dc.subjectPre-enrichmenten
dc.subjectDirect platingen
dc.subjectIsolamentopt_BR
dc.subjectCloacae swabsen
dc.subjectBroiler carcassesen
dc.titlePré-enriquecimento e isolamento direto para identificação de Campylobacter em swabs cloacais e carcaças de frangos.pt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000708408pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record