Show simple item record

dc.contributor.advisorBosa, Vera Lúciapt_BR
dc.contributor.authorMedeiros, Ana Paula Dihl Pionerpt_BR
dc.date.accessioned2019-02-12T02:33:35Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/188702pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: A percepção do estado nutricional (EN) refere-se a como uma pessoa considera seu peso corporal, identificando-se como alguém de peso insuficiente, adequado ou excessivo. Evidências recentes mostram que uma proporção significativa de adultos e crianças estão apresentando dificuldade nessa percepção e subestimando o seu EN. Objetivo: avaliar a percepção do estado nutricional (EN) no contexto de adolescentes escolares. Métodos: estudo transversal que envolveu 368 adolescentes escolares de ambos os sexos, de 10 a 19 anos, de dois municípios do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Realizou-se avaliação antropométrica (peso e estatura) para cálculo do Índice de Massa Corporal, e utilizou-se escalas de silhuetas para avaliação da imagem corporal. Para as comparações de maturação sexual, classificação socioeconômica e EN e para a correspondência dos ENs percebido e aferido, realizou-se o teste qui-quadrado de Pearson. Para comparar a idade dos escolares entre os sexos utilizou-se o teste t de Student. Resultados foram considerados significativos quando p<0,05. Resultados: 368 adolescentes avaliados, dos quais 53,8% (n=198) eram do sexo masculino. Na avaliação do EN, 37,3% dos participantes (n=137) apresentaram excesso de peso. Na relação entre os ENs aferido e percebido, 85,7% dos adolescentes eutróficos estimaram corretamente seu EN. Na faixa de sobrepeso, 37,2% subestimaram seu EN; dentre os obesos, 60,8% apresentaram a mesma subestimação. Conclusões: Este estudo sugere que a subestimação do EN é, possivelmente, um dos fatores envolvidos na perpetuação da condição de obesidade, especialmente dentro do contexto familiar. Sua compreensão pode auxiliar na elaboração de estratégias mais eficazes para a conscientização e o envolvimento da população na busca pela redução das taxas nacionais de obesidade.pt
dc.description.abstractIntroduction: Weight status perception refers to how a person considers his or her own body weight, classifying it as insufficient, adequate or excessive. Recent evidences show that a significant proportion of adults and children tend to a misperception of their body weight and are underestimating their weight status. Objective: to study the weight status perception in school adolescents. Methods: a cross-sectional study involving 368 students of both sexes, age 10 to 19 years old, in two cities of the state of Rio Grande do Sul, Brasil. An anthropometric evaluation (weight and height) was performed to calculate the Body Mass Index, and figure rating scales were used to assess body image. Pearson's chi square test was used to compare sexual maturation, socioeconomic status, nutritional status, and weight status perception. Student's t-test was used to compare the student’s ages between sexes. Values of p≤0.05 were considered significant. Results: 368 adolescents were evaluated, 53,8% (n=198) of them being male. In the assessment of the nutritional status, 37,3% of participants (n=137) were overweight or obese. In the weight status perception, 85,7% of normal weight adolescents correctly estimated their weight status. 37,2% of overweight participants underestimated their weight status; and 60,8% of those who were obese also underestimated it. Conclusions: this study suggests that the underestimation of weight status is possibly one of the factors involved in the perpetuation of obesity as a health condition, specially inside the family context. Its comprehension might contribute to the elaboration of more effective strategies to the population’s awareness and involvement in the reduction of the national obesity rates.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEstado nutricionalpt_BR
dc.subjectAdolescentsen
dc.subjectPeso corporalpt_BR
dc.subjectChildhood obesityen
dc.subjectNutritional statusen
dc.subjectAdolescentept_BR
dc.titlePercepção do estado nutricional em adolescentes de dois municípios do RSpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coCorrêa, Rafaela da Silveirapt_BR
dc.identifier.nrb001084337pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.graduationNutriçãopt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record