Show simple item record

dc.contributor.advisorRosa, Russel Teresinha Dutra dapt_BR
dc.contributor.authorSilva, Roberta Flôrespt_BR
dc.date.accessioned2018-05-16T02:27:46Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/178244pt_BR
dc.description.abstractAtividades práticas são ferramentas da Educação Científica, particularmente do componente curricular Biologia, que facilitam o processo de ensino-aprendizagem, além de despertar no aluno a curiosidade, o senso crítico, a imaginação e o interesse pelo estudo. Neste trabalho, procurou-se verificar se os professores e os estudantes do Ensino Médio de uma escola pública estadual de Porto Alegre estão realizando atividades práticas, quais seriam essas atividades, onde elas são realizadas e quais delas os alunos preferem. Para isso, realizou-se dois tipos de pesquisa, a primeira, de caráter exploratório, e, a segunda, de caráter descritivo. Como instrumento de coleta de dados, foi utilizado um questionário respondido por duas professoras da escola e por 262 alunos. Com a realização deste trabalho foi possível definir o termo atividade prática, além de caracterizar possíveis espaços para a realização das mesmas e quais recursos podem ser utilizados. Sobre a realização de atividades práticas a professora P1 afirma que é “muito raro” fazer e, a professora P2, realiza com um pouco mais de frequência. Os principais motivos para a não realização dessas atividades são a falta de funcionários que ajudem antes, durante e após a atividade, falta de tempo para planejar, a necessidade de realiza-las com turmas muito grandes e a decorrente dificuldade de controlar as ações de muitos estudantes. Em relação a saídas para locais fora da escola, 117 estudantes disseram não ter visitado nenhum dos locais listados como opção de resposta (Jardim Zoológico, Jardim Botânico, Planetário, Museu, Parques e Áreas de Conservação, Expointer, outros). Por outro lado, a opção museu foi a segunda mais assinalada (100 alunos). Sobre a realização de atividades de Biologia relacionadas à saída de campo, 240 estudantes disseram não ter realizado nenhum tipo de atividade ligada à saída. Indicando uma concepção de passeio mais do que de trabalho de campo para esse tipo de atividade. A atividade “trabalhos em grupo” é a que os alunos mais gostam, seguida pela opção jogos. Entretanto, a principal atividade na aula de Biologia continua sendo copiar textos e exercícios do quadro, sendo a sala de aula, o principal espaço para a realização dessas atividades. Neste estudo, é apontado que existem muitas alternativas de atividades práticas que podem ser realizadas dentro e fora da sala de aula para ajudar na melhoraria e na qualidade do ensino de Biologia, cabendo às instituições criar as condições para que o professor possa adaptar suas práticas ao melhor desenvolvimento dos temas e dos objetivos em aula.pt_BR
dc.description.abstractPractical activities are tools for scientific education, specially for the curricular component of Biology, that facilitate the teaching-learning process. Besides it awakens the student's curiosity, argumentative thinking, imagination and interest in studying. This paper aimed at verifying if high school teachers and students of a government's public school are using practical activities, what are them, when are they used and which are student's favorites. To evaluate that, two studies were applied: a exploratory research and a descriptive one. A written interview was answered by 2 teachers and 262 students in order to collect the data. It was possible to define the term practical activity, in addition to determining possible places to its administration and what resources can be used in it. On the use of practical activities, teacher P1 says that she "rarely" uses it, and teacher P2, uses it more frequently. The main reasons not to use these activities are the lack of staff employees that help before, during and after the activity, the lack of planning time, the large number of students per class and the resulting difficulty to control the action of those many students. Regarding field trips, 117 students said they did not visit any of the suggested interview options (Zoological Park, Botanical Garden, Planetarium, Museum, Parks and Conservation Areas, Expointer, others). However, the option Museum was the most checked (100 students). On the making of Biology activities related to the field trips, 240 students said they didn't do any. It indicated an idea of tour, rather than of a field trip for those activities. The activity the students like the most is the "group research", followed by "games". However, the main activity in the biology classes is still to copy texts and exercises from the board, and the classroom is still the main place for these activities. This study points that there are many practical activity options that can be used inside and outside of the classroom in order to help improve biology teaching quality, being the institution's responsibility to give the teachers the means to adapt their practice to the better development of the subjects and objectives in class.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPractical activitiesen
dc.subjectEnsino-aprendizagempt_BR
dc.subjectEnsino de biologiapt_BR
dc.subjectActive participationen
dc.subjectBiology teachingen
dc.subjectResourcesen
dc.subjectTeaching-learningen
dc.titleAtividades práticas de biologia no ensino médio : precisamos rever conceitos?pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001044182pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Biociênciaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2016pt_BR
dc.degree.graduationCiências Biológicas: Licenciaturapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record