Show simple item record

dc.contributor.authorCosta, Pedro de Almeidapt_BR
dc.contributor.authorMeira, Fábio Bittencourtpt_BR
dc.contributor.authorIcaza, Ana Mercedes Sarriapt_BR
dc.date.accessioned2017-11-08T02:29:35Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.issn1647-5968pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/170176pt_BR
dc.description.abstractO presente artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que investiga as práticas e as concepções teóricas que orientam os sujeitos integrantes das redes de economia solidária da região metropolitana de Porto Alegre. Essa questão nasce de uma reflexão a respeito de uma contradição fundamental da economia solidária: o apoio numa prática discursiva de transformação radical da sociedade estando absolutamente imersa na sua teia de relações. Este artigo discute a estratégia de organização em redes como uma possível saída para tal situação. Para a pesquisa foram sondadas dezesseis redes de economia solidária da região de Porto Alegre – Brasil. Os resultados indicam pouco avanço no que poderia ser a superação dessa contradição, mas ainda assim apontam para um potencial de se continuar agindo reflexivamente na direção da organização em rede.pt_BR
dc.description.abstractThis article presents the results of a research that investigates the practical and theoretical concepts in use by the practitioners of solidary economy networks in the metropolitan region of Porto Alegre. Developing a reflection on one fundamental contradiction of solidarity economy: the fact that it is supported by a discursive practice of radical social transformation being at the same time completely immersed in the social web of relationships. The article discusses the strategy of organizing networks as a possible mean to overcome such paradox. The research scanned 13 solidarity economy networks in the region of Porto Alegre, Brazil, aiming to apprehend subject’s action and network implied and explicit understandings. The results indicate little progress in what might be the overcoming of that contradiction, but seems to indicate that it is worthy to keep going reflexively in the direction of network organizing.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoengpt_BR
dc.relation.ispartofRevista de Economia Solidária. São Miguel, Açores, Portugal. Vol. 10 (Dez. 2016), p. 44-67pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEconomia solidáriapt_BR
dc.subjectOrganizações em redept_BR
dc.titleRedes como estratégia de superação das contradições da economia solidária : concepções e práticas de treze redes de empreedimentos de artesanato em Porto Alegre-Brasilpt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb001052590pt_BR
dc.type.originEstrangeiropt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record