Show simple item record

dc.contributor.advisorSchmidt, Veronicapt_BR
dc.contributor.authorBittencourt, Felipe Anicetpt_BR
dc.date.accessioned2017-06-01T02:36:21Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/158939pt_BR
dc.description.abstractA agroindústria familiar é uma alternativa de diversificação de renda e manutenção de jovens no campo através da agregação de valor da matéria-prima. Frequentemente o seu surgimento está atrelado à necessidade de incremento de renda ou baixo desempenho das outras atividades agrícolas. Entretanto, há problemas latentes com as pequenas agroindústrias, dentre eles, pode-se destacar ausência de estudos de viabilidade antes da implantação, falta de economia de escala, disponibilidade de capital, matéria-prima e padronização dos produtos. Por outro lado, inúmeras são as oportunidades para este seguimento, com programas governamentais de crédito e apoio, serviços de extensão e possibilidade de produzir alimentos com valor agregado. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é a análise das principais limitações enfrentadas pelas agroindústrias familiares de produtos cárneos do Rio Grande do Sul, tanto no início das atividades quanto para permanecer no mercado, e identificar políticas de apoio e crédito que potencializem e tornem viáveis os negócios à médio e longo prazo. Para tanto, se realizou pesquisa de caráter descritivo sob forma de questionário a quinze proprietários de agroindústrias familiares a respeito das suas principais dificuldades na implementação da agroindústria e manutenção desta no mercado, além do uso de programas governamentais e serviço de extensão rural. A agroindústria familiar se demonstrou, ao logo do trabalho, como uma realidade muito forte no ambiente rural. As principais limitações enfrentadas no início das atividades são, em sua maioria, referentes à elevada burocracia de formalização. Os empecilhos atuais das agroindústrias entrevistadas não diferem muito dos iniciais, porém a comercialização informal de produtos similares é apontada como relevante à manutenção das agroindústrias. As políticas públicas foram consideradas importantes e potencializadoras dos empreendiementos, principalemente pelas linhas de crédito. Sendo assim, apesar das limitações relatadas, conclui-se que as oportunidades apresentadas viabilizam as agroindústrias familiares a médio e longo prazo.pt_BR
dc.description.abstractThe small agroindustry is an alternative of income diversification and maintenance of young people in the countryside through the aggregation of raw material value. Often its appearance is linked to the need to increase income or underperform the other agricultural activities. However, there are latent problems with the small agroindustries, among them, it is possible to emphasize the absence of feasibility studies before the implantation, lack of economy of scale, capital availability, raw material and product standardization. On the other hand, there are countless opportunities for this follow-up, with government credit and support programs, extension services, and the possibility of producing value-added food. Therefore, the objective of this work is the analysis of the main limitations faced by the family agroindustries of meat products of Rio Grande do Sul, both at the beginning of the activities and to remain in the market, and to identify support and credit policies that potentiate and make feasible the business in the medium and long term. For that, a descriptive research was conducted in the form of a questionnaire to fifteen owners of family agroindustries regarding their main difficulties in the implementation of agroindustry and maintenance of this in the market, besides the use of governmental programs and rural extension service. The family agroindustry was demonstrated as a very strong reality in the rural environment. The main constraints faced at the beginning of activities are, for the most part, the hard formalization bureaucracy. The current impediments of the agroindustries interviewed do not differ much from the initial ones, but the informal commercialization of similar products is pointed out as relevant to the maintenance of agroindustries. Public policies were considered important and potentializing the entrepreneurship, mainly by the lines of credit. Thus, despite the reported limitations, the opportunities for family agroindustries are many, and are feasible in the medium and long term.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectFamily agroindustryen
dc.subjectAgroindústria familiarpt_BR
dc.subjectAgribusinessen
dc.subjectAgronegóciopt_BR
dc.subjectDiversificationen
dc.subjectPolítica públicapt_BR
dc.subjectFamily sucessionen
dc.titleAgroindústria Familiar de produtos cárneos do Rio Grande do Sul : principais dificuldades e potencialidadespt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001021980pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Agronomiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2016pt_BR
dc.degree.graduationAgronomiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record