Show simple item record

dc.contributor.advisorRockembach, Moiséspt_BR
dc.contributor.authorFerreira, Lisiane Bragapt_BR
dc.date.accessioned2017-04-19T02:37:33Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/156904pt_BR
dc.description.abstractO trabalho investiga, em âmbito exploratório, como se dá a identificação dos valores das informações orgânicas produzidas pelo sistema 156POA do Dmae. Optou-se por uma abordagem qualitativa, a partir do paradigma pós-custodial (SILVA et al, 2009), aprofundando-se no Método proposto por Rockembach (2012, 2013, 2015), Modelo indício-evidência-prova. Propondo-se a abordar uma breve contextualização dos paradigmas custodial e pós-custodial e as principais teorias e métodos de avaliação, clássicos; pós-moderno e tecnológicos. Distinguiu os tipos informacionais produzidos pelo sistema 156POA, como são organizadas e preservadas as informações e identificou a situação da informação quanto a sua historicidade. Analisou o contexto orgânico de produção, o nível de interatividade proporcionado na produção e fluxos da informação e analisou se a busca da informação é satisfatória. Identificou se existem mecanismos de registro ou análise das preferências dos usuários e/ou dos termos utilizados para pesquisa (cookies, scrips...) e metadados, bem como registros que venham a ter legitimação jurídica para órgãos externos. Analisou e comparou os dados coletados a partir das entrevistas, questionários, observação, dados estatísticos e listas complementares. Sugeriu ações que potencializem e melhorem a interação do cidadão com as informações orgânicas, principalmente, aspectos referentes ao tipo informacional, contexto, necessidade e interatividade que precisam ser reforçados, complementados ou até mesmo reformulados. Conclui que a pesquisa comprovou – a partir das distintas fontes de coletas de dados – o caráter evidencial das informações produzidas pelo sistema 156POA e ainda identificou registros de indício e pode estabelecer conexões, que no futuro, viabilizem a potencialidade das informações evidentes em se tornarem prova.pt_BR
dc.description.abstractThe objective of this work was to investigate, in an exploratory field, how the values of the organic information produced by the 156POA system from Dmae are identified. We chose a qualitative approach, based on the post-custodial paradigm (SILVA et al, 2009), going deeper into the method proposed by Rockembach (2012), model clue-evidence-proof. Proposing to approach a brief contextualization of the custodial and post-custodial paradigms and the main theories and methods of evaluation, classic; postmodern and technological. it distinguished the information types produced by the 156POA system, how information is organized and preserved, and identify the state of information as to its historicity. It analyzed the organic context of production, the level of interactivity provided in production and information flows and analyzed whether the search for information is satisfactory. Identified if there are mechanisms for registering or analyzing user preferences and / or terms used for searching (cookies, scripts ...) and metadata, as well as records that may have legal standing for external organizations. It analyzed and compared the data collected from the interviews, questionnaires, observation, statistical data and complementary lists. It suggested actions that enhance and improve the citizen's interaction with organic information, especially aspects related to informational type, context, need and interactivity that should be reinforced, complemented or even reformulated. It concludes that the research has proven - from the different data collection sources - the evidential nature of the information produced by the 156POA system and has also identified evidence records and can establish connections that, in the future, enable the potential of the evident information to become proof.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectInformation evaluationen
dc.subjectInformação arquivísticapt_BR
dc.subjectEvidence of informationen
dc.subjectFluxo de informaçãopt_BR
dc.subjectInformational valueen
dc.subjectClue-evidence-proof modelen
dc.subjectOrganic informationen
dc.subjectSystem 156POAen
dc.titleA identificação dos valores das informações orgânicas a partir do modelo indício-evidência-provapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001013037pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Biblioteconomia e Comunicaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2016pt_BR
dc.degree.graduationArquivologiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record