Show simple item record

dc.contributor.advisorCasagrande, Lucianopt_BR
dc.contributor.authorLima, Bruna Roese dept_BR
dc.date.accessioned2017-02-21T02:26:54Zpt_BR
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/152872pt_BR
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi realizar uma avaliação a respeito do padrão de automedicação de pacientes infanto-juvenis atendidos em ambulatório odontológico, vinculado a serviço universitário. Foi realizado estudo observacional, do tipo transversal analítico, em que foi aplicado um questionário estruturado aos responsáveis dos pacientes que procuraram atendimento no ambulatório de Clínica Infanto-Juvenil da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O questionário constava de 34 questões, referentes à frequência de uso de medicamentos sem prescrição médica/odontológica pelo paciente, para tratamento de dor dentária, infecção dentária e febre; origem dos fármacos utilizados; fatores motivadores para a automedicação, além de informações sobre as características demográficas do paciente e de seu responsável. Cento e cinquenta questionários foram analisados. Dentre os medicamentos utilizados, o paracetamol obteve maior frequência nos quadros de febre e dor dentária; no quadro de infecção, os mais citados foram a amoxicilina e o paracetamol. Observou-se uma grande tendência à prática de automedicação, sobretudo no quadro da dor dentária. O principal aspecto motivador na escolha do medicamento foi a indicação médica/odontológica em episódios anteriores, sendo os fármacos, em sua maioria, provenientes de sobras de medicamentos (dor dentária e febre) e farmácias (infecção dentária). Dessa forma, observou-se que crianças atendidas em um serviço universitário odontológico estavam expostas ao uso prévio frequente de medicamentos para tratamento de dor dentária, infecção dentária e febre, sendo que muitos destes medicamentos foram empregados sem prescrição. Os dados apontam para um uso não racional de medicamentos por parte dos responsáveis pelas crianças, o que é preocupante.pt_BR
dc.description.abstractThe aim of this observational cross-sectional study was to analyze the pattern of self-medication of children and adolescents treated at dental clinic service. A structured questionnaire was administered to caregivers of patients in dental treatment at Pediatric Dentistry Clinic of Federal University of Rio Grande do Sul. The questionnaire contained questions about the frequency of use of non-prescription drugs by the patient for treating dental pain, tooth infection and fever; origin of the drugs used; reasons for self-medication, as well as information on the demographic characteristics of the patient and responsible person. One hundred and fifty questionnaires were analyzed. Paracetamol was the drug most reported in cases of fever and dental pain; in cases of infection, the most cited were amoxicillin and paracetamol. There is a great tendency to self-medication, particularly in situations of dental pain. The main reason for the choice of medication was based on a Physician or Dentist indication in previous episodes, being the drugs obtained mostly from leftover medications (dental pain, fever) and pharmacies (tooth infection). Thus, it was observed that children attending a university dental were exposed to frequent prior use of medications to treat dental pain, tooth infection and fever, and many of these drugs were employed without prescription. The data point to a non-rational use of medicines by the caregivers of the children, which is worrying.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectDentistryen
dc.subjectMedicamentospt_BR
dc.subjectPediatric dentistryen
dc.subjectOdontopediatriapt_BR
dc.subjectSelf-medicationen
dc.subjectDental painen
dc.subjectInfectionen
dc.subjectFeveren
dc.titleAutomedicação em pacientes atendidos na clínica infanto-juvenil da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.title.alternativeSelf-medication in children followed at Pediatric Dentistry Clinic of Federal University of Rio Grande do Sul en
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coFerreira, Maria Beatriz Cardosopt_BR
dc.identifier.nrb000899153pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Odontologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2013pt_BR
dc.degree.graduationOdontologiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record