Show simple item record

dc.contributor.advisorVanz, Samile Andrea de Souzapt_BR
dc.contributor.authorNeis, Marina de Oliveirapt_BR
dc.date.accessioned2015-08-14T02:02:33Zpt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/122428pt_BR
dc.description.abstractA Ergonomia é o estudo do trabalho e da sua relação com o ambiente no qual é desempenhado, é uma ciência multidisciplinar que surge para atender as demandas da sociedade e adaptar o trabalho ao ser humano. Ela engloba uma variedade de condições de trabalho que interferem na saúde e conforto do trabalhador, incluindo fatores como a iluminação, a temperatura, a umidade, a acústica, a concepção do posto de trabalho, das ferramentas, das máquinas, das cadeiras entre outros aspectos. A Ergonomia nas bibliotecas é de grande importância para o conforto e bem estar de funcionários e usuários, especialmente nas bibliotecas universitárias, que recebem grande volume de público e desempenham papel fundamental na formação acadêmica. Este estudo tem como objetivo analisar a Biblioteca Setorial de Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (BSE da FACED/UFRGS), de acordo com os aspectos ergonômicos apresentados pela Norma Regulamentadora número 17 (NR 17). Caracteriza-se como uma pesquisa exploratória que utiliza o método descritivo com aplicação de estudo de caso. Primeiramente foi realizado um levantamento sobre o histórico e situação atual da biblioteca. A BSE da FACED/UFRGS está situada em um ponto central da cidade de Porto Alegre e fica próximo a um viaduto e a um complexo hospitalar, local de muito barulho provocado pelo trânsito intenso na região. Para a coleta de dados utiliza-se as medições de temperatura, de umidade, de acústica e de iluminação; e um questionário com questões abertas e fechadas para coleta de dados acerca das tarefas, rotinas de trabalho e conforto ambiental. No resultado das quatro medições realizadas entre os meses de abril e maio de 2015, o estudo mostrou que a iluminação e a acústica são os aspectos mais problemáticos na BSE da FACED/UFRGS. Através dos 11 questionários respondidos pelos funcionários, foi possível verificar que estes estão confortáveis com a qualidade do ambiente de trabalho. Concluiu-se que mesmo a biblioteca não atendendo satisfatoriamente todos os aspectos ergonômicos indicados pela NR 17, os funcionários sentem-se bem na BSE da FACED/UFRGS. Foi sugerida uma avaliação mais detalhada em conjunto com arquitetos, engenheiros e bibliotecários para que seja possível realizar melhorias nos fatores de iluminação e acústica.pt_BR
dc.description.abstractErgonomics is the study of work and its relation to the environment in which, it a multidisciplinary science that appears to meet the demands of society and to adapt the work to humans. It covers a variety of working conditions that interfere with the health and comfort of workers, including factors such as lighting, temperature, humidity, acoustics, and the design of the workplace, tools machines and chairs, among other things. Ergonomics in the libraries is very important for the comfort and well being of employees and users, especially in university libraries, which receive large amounts of public and play an important role in the academic education. This study aims to analyze the Sectorial Library of Education, Faculty of Education of the Federal University of Rio Grande do Sul (BSE FACED/UFRGS), according to the ergonomic aspects presented by Norm No. 17 (NR 17). It is characterized as an exploratory research using the descriptive method with case study application. First we conducted a survey of the history and current status of the library. The BSE FACED/UFRGS it situated in a central point in the city of Porto Alegre and is close to a viaduct and a hospital complex, a place of a lot of noise caused by heavy traffic. To collect data is used temperature measurements, humidity, sound and lighting; and a questionnaire with open and closed questions to collect data about the tasks, work routines and environmental comfort. The outcome of the four measurements taken between the months of April and May 2015, the study showed that the lighting and the acoustics are the most problematic aspects of BSE FACED / UFRGS. Through the 11 questionnaires completed by employees, we found that they are comfortable with the quality of the work environment. It concludes that even the library does not satisfactorily meeting all ergonomic aspects indicated by NR 17, employees feel well in BSE FACED / UFRGS. A more detailed assessment was suggested in conjunction with architects, engineers and librarians so it can make improvements in lighting and acoustic factors.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectBiblioteca universitáriapt_BR
dc.subjectErgonomicsen
dc.subjectErgonomic aspectsen
dc.subjectErgonomiapt_BR
dc.subjectUniversity libraryen
dc.subjectEnvironmental comforten
dc.subjectSectorial library FACED UFRGSen
dc.subjectNR 17en
dc.titleAspectos ergonômicos no ambiente de trabalho dos profissionais da biblioteca universitária: um estudo na Biblioteca Setorial de Educação/UFRGSpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000971206pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Biblioteconomia e Comunicaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.degree.graduationBiblioteconomiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record