Show simple item record

dc.contributor.advisorRadomsky, Guilherme Francisco Waterloopt_BR
dc.contributor.authorDorneles, Carmen Lúcia Rodriguespt_BR
dc.date.accessioned2014-02-19T01:51:24Zpt_BR
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/87433pt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho aborda as atividades agropecuaristas, praticadas em estabelecimentos produtivos do município de Cachoeirinha, no Estado do Rio Grande do Sul. Desde o surgimento dos primeiros grupos humanos que o homem realiza cultivo e criação de animais próximos às suas moradias e, mesmo com o surgimento das cidades, essas práticas não foram abandonadas. Seja para manter tradições familiares e regionais ou para gerar fonte de renda, a realidade é que as práticas agropecuárias também permanecem nas cidades, em áreas periféricas, quintais e outros. A pesquisa qualitativa buscou identificar e descrever as características dessa agricultura praticada em áreas rurais não reconhecidas oficialmente. A mesma foi realizada em quatro unidades produtivas, por intermédio de entrevistas com perguntas semiestruturadas aos agricultores locais. O resultado apresenta uma prática agrícola diversificada, redução no número dos agricultores e também de seus estabelecimentos, devido à falta de incentivo e apoio dos órgãos municipais. As atividades industriais, os empreendimentos imobiliários e o acelerado processo de urbanização são fatores que contribuíram para a redução das áreas rurais agrícolas e da pecuária que, apesar de se apresentarem hoje em número reduzido, as atividades contribuem de forma significativa na economia do município, com produção e comercialização de alimentos.pt_BR
dc.description.abstractThis paper addresses the issue of the agricultural production located in urban areas of the municipality of Cachoeirinha in the state of Rio Grande do Sul. Since the emergence of the first human groups man began crops and livestock near their homes and even with the rise of cities such practices were not abandoned. Even to keep family traditions or generate source of income, the reality is that farming practices remain in the cities, in peripheral areas, backyards or in other spaces as in easement areas. Qualitative research sought to identify who are these farmers and establish the interrelationships in agricultural practices, social and environmental carried in their establishments. The field research was conducted in 04 production units, through interviews with actors involved in the activities. The survey results shows that few farmers remain in their farming activities due to the lack of encouragement and support municipal bodies. Industrial activities, real estate development and accelerated urbanization are factors contributing to the reduction of agriculture and local livestock, which, although reduced significantly influences the economy of the city.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectDesenvolvimento ruralpt_BR
dc.subjectAgricultural practicesen
dc.subjectProdução agrícolapt_BR
dc.subjectUrban agricultureen
dc.subjectCachoeirinhaen
dc.subjectAgropecuáriapt_BR
dc.titleA agricultura urbana no município de Cachoeirinha, RSpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coWedig, Josiane Carinept_BR
dc.identifier.nrb000907713pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Ciências Econômicaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2013pt_BR
dc.degree.graduationTecnólogo em Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural a Distânciapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record