Show simple item record

dc.contributor.advisorDillenburg, Sergio Rebellopt_BR
dc.contributor.authorKley, André Soarespt_BR
dc.date.accessioned2013-10-09T01:48:28Zpt_BR
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/78767pt_BR
dc.description.abstractA micropaleontologia, em especial, a paleopalinologia, constitui-se em uma ótima ferramenta de trabalho para o entendimento do passado, à medida que visa reconstituir modificações paleoambientais, paleoclimáticas e paleogeográficas. Todavia, na Bacia de Pelotas, seu potencial ainda é pouco explorado. Este trabalho apresenta resultados fundamentados na análise de amostras dos furos de sondagem TA6 e TA7, coletados na parte sul da Planície Costeira do Rio Grande do Sul, na região da Reserva Ecológica do Taim. Palinomorfos de origem continental (esporos e grãos de pólen) e marinha (principalmente dinoflagelados, palinoforaminíferos e microalgas), além de fitoclastos e matéria orgânica amorfa foram recuperados em vinte e quatro (24) amostras destes furos. As relações quantitativas e qualitativas entre esses grupos palinológicos permitiram a interpretação de mudanças ambientais e paleogeográficas vinculadas a variações do nível do mar ocorridas no Holoceno Médio e Tardio (últimos 7 cal ka). As interpretações apresentadas indicam que a área estudada esteve inundada por águas lagunares-estuarinas há cerca de 6,8 – 6,6 cal ka AP, em consequência do nível de mar mais alto da Última Grande Transgressão. Após este tempo ocorreu o fechamento da desembocadura da Lagoa Mirim no Oceano Atlântico, através da formação justaposta de cordões litorâneos regressivos, relacionado à fase de construção regressiva da barreira holocênica, na região da área de estudo.pt_BR
dc.description.abstractPaleopalinology is a great tool to promote the understanding of the geological past, as it aims to rebuilt the changes of paleoenvironments, paleoclimate and paleogeography. However, in the Pelotas Basin its potential is still poorly explored. This work presents results that are based on the analyses of samples of two cores (TA6 and TA7), which were collected in the south of the coastal plain of Rio Grande do Sul State, in the region of the Ecological Reserve of Taim. Palinomorphs of continental (spores and pollen grains) and marine (mainly dinoflagelates, paleoforaminiferas and microalgae) origin, besides fitoclasts and amorphous organic matter were recovered on twenty four (24) samples from those cores. Quantitative and qualitative relationships between those palinological groups allowed interpretations of environments and paleogeographic change, connected to oscillations of sea-level that have occurred during the Middle and Late Holocene (last 7 cal ka). The presented interpretations indicate that the study area was inundated by lagoonal-estuarine waters at around 6.8 – 6.6 cal ka BP, as a consequence of the higher sea-level of the Last Great Transgression. After this time the inlet connecting the Lagoa Mirim and the Atlantic Ocean was closed, as an outcome of the juxtaposition formation of regressive ridges, related with the regressive phase of the Holocenic Barrier in the study area.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectGeologia costeirapt_BR
dc.subjectPaleogeografiapt_BR
dc.subjectPaleoambientept_BR
dc.subjectPelotas, Bacia sedimentar de (RS)pt_BR
dc.titleReconstituição paleogeográfica e paleoambiental no Taim : estudo dos furos de sondagem TA6 e TA7, na porção sul da Planície Costeira do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000900246pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Geociênciaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2012pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record