Show simple item record

dc.contributor.advisorHugo, Fernando Nevespt_BR
dc.contributor.authorNeves, Matheuspt_BR
dc.date.accessioned2012-10-16T01:37:15Zpt_BR
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/56467pt_BR
dc.description.abstractO perfil epidemiológico da população idosa brasileira evidencia um quadro de extensas perdas dentárias e problemas de saúde bucal. A fim de reverter este quadro, observa-se o desenvolvimento de diversas políticas públicas de saúde cujo objetivo está em garantir atenção integral à saúde da população idosa, com ênfase no envelhecimento saudável e ativo. Porém, no que diz respeito aos Serviços de Saúde Bucal, poucos estudos têm sido desenvolvidos na ambição de conhecer a satisfação deste grupo etário com tais serviços. O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre a resiliência e a satisfação com os Serviços Odontológicos, levando em consideração variáveis exógenas, determinantes primários, comportamentos e condições de saúde. Investigou-se a hipótese de que a resiliência está associada à satisfação com os Serviços Odontológicos acessados pelos idosos. O lócus da pesquisa foi a gerência distrital Lomba-Partenon, em Porto Alegre – RS, onde 771 idosos foram identificados em seus domicílios por meio de amostragem por conglomerado. Os indivíduos responderam a um questionário sócio-demográfico e de comportamentos em saúde, à Escala de Resiliência e a questões relativas ao Serviço Odontológico acessado e à satisfação com o mesmo; além disso, foi realizado um breve exame bucal para contagem do número de dentes e identificação do uso de prótese dentária. Baseado em uma abordagem hierárquica realizada através de Regressão Logística Multivariada, as odds ratios estimadas das variáveis que ficaram significativamente associadas com o desfecho em estudo, satisfação com o Serviço Odontológico, após a análise totalmente ajustada, foram: 1) obtenção de consulta odontológica classificada como regular: OR= 1,85, 95% IC (1,10 a 3,12); 2) obtenção de consulta odontológica classificada como ruim: OR= 2,17, 95% IC (1,05 a 4,50) e 3) alto potencial de resiliência: OR= 0,60, 95% IC (0,37 a 0,97). Portanto, os resultados confirmam a hipótese de associação entre elevado potencial de resiliência e satisfação com os Serviços Odontológicos acessados por idosos.pt_BR
dc.description.abstractThe epidemiological profile of the elderly population shows a picture of extensive tooth loss and oral health problems. In order to reverse this situation, there is the development of various public health policies whose aim is to ensure comprehensive health care of the elderly population, with an emphasis on healthy aging and active. However, with regard to Dental Health Services, few studies have been developed to meet the satisfaction of this age group with such services. The objective of this study was to investigate the association between satisfaction with the resilience and Dental Services, taking into account exogenous variables, the primary determinants, behaviors and health conditions. It was investigated the hypothesis that resilience is associated with satisfaction with dental services accessed by older people. The locus of this research was the district management Lomba-Partenon, in Porto Alegre – RS, where 771 seniors were identified in their homes through cluster sampling. The subjects answered a questionnaire for socio-demographic and health behaviors, Resilience Scale and questions regarding the dental care accessed and satisfaction with it. In addition, there was a brief oral examination to count the number of teeth and identify the use of dental prosthesis. Based on a hierarchical approach performed by multivariate logistic regression, the estimated odds ratios of variables that were significantly associated with the outcome under study, satisfaction with dental care services, fully adjusted after analysis, where: 1) obtaining a dental visit classified as regular: OR= 1,85, 95% IC (1,10 a 3,12); 2) obtaining a dental visit classified as bad: OR= 2,17, 95% IC (1,05 a 4,50) and 3) high potential for resilience: OR= 0,60, 95% I C (0,37 a 0,97). Therefore, the results confirm the hypothesis of an association between high potential for resilience and satisfaction with dental services accessed by older people.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectHealth services evaluationen
dc.subjectOdontologia geriátricapt_BR
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.subjectResilience psychologicalen
dc.subjectDental care for ageden
dc.subjectComportamento humanopt_BR
dc.titleAssociação entre resiliência e satisfação com os serviços odontológicos acessados por idosospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000860922pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Odontologiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2011pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record