Mostrar el registro sencillo del ítem

dc.contributor.advisorGehling, Gino Robertopt_BR
dc.contributor.authorTeixeira, João Pedro de Almeidapt_BR
dc.date.accessioned2010-09-29T04:19:14Zpt_BR
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/26049pt_BR
dc.description.abstractA medição individualizada de água em apartamentos é um método alternativo em relação ao tradicional sistema de medição global de água no condomínio. Consiste na instalação de um hidrômetro por economia e, em decorrência disso, cada moradia tem seu consumo controlado e conta separada de água/esgoto. No Brasil é crescente a aplicação da medição individualizada de água, embora ainda seja algo pouco difundido. Alguns países como Alemanha e Portugal, por sua vez, já têm esse método incorporado às edificações. A medição individualizada de água se baseia em alguns possíveis benefícios, os quais giram em torno da justiça no valor da conta mensal. Isso pode causar uma redução do consumo, devido ao fato de o consumidor passar a ter total responsabilidade sobre o seu mesmo, logo tem a opção de controlar a sua conta, exatamente como ocorre no caso da energia elétrica, por exemplo. Para o meio-ambiente, a diminuição do consumo do elemento mais importante para a conservação da vida seria um benefício claro, tendo em vista o quadro apontado por estudiosos sobre a provável crise da falta de água potável que deve atingir o Mundo em breve. Há outras partes também afetadas pelas repercussões da medição individualizada de água, como as companhias de saneamento e os construtores, porém esta pesquisa pretende avaliar os reflexos somente para o consumidor e o meio ambiente. Para isso foram selecionados três prédios na cidade de Esteio/RS, que sofreram transformação de medição global para individual de água nas datas de março e dezembro de 2007 e julho de 2008. Neles foi aplicada a pesquisa através de obtenção de dados referentes a consumo de água, satisfação do consumidor e aspecto financeiro envolvido no processo. O curto período de tempo desde as individualizações foi um limitador, porém não impediu que fossem feitas estimativas e se chegasse a conclusões. Houve redução importante de 14 a 26% no consumo médio por apartamento dos três blocos após a medição individual, enquanto que a diminuição da conta mensal de água/esgoto foi estimada entre 4 e 17% por economia. Quanto à satisfação do consumidor, mais da metade encontra-se contente com o serviço e a grande maioria acredita na maior justiça inerente ao mesmo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEngenharia civilpt_BR
dc.titleSistema de medição individualizada de água : repercurssão para o consumidor e o meio ambientept_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000755645pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Engenhariapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2010pt_BR
dc.degree.graduationEngenharia Civilpt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Ficheros en el ítem

Thumbnail
   

Este ítem está licenciado en la Creative Commons License

Mostrar el registro sencillo del ítem