Mostrar el registro sencillo del ítem

dc.contributor.advisorSouza, Diogo Onofre Gomes dept_BR
dc.contributor.authorBalbinot Junior, Adipt_BR
dc.date.accessioned2021-02-06T04:19:52Zpt_BR
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/217797pt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho apresenta uma breve descrição das políticas públicas: Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), Bolsas de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) e Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) correlacionando a participação de estudantes nestes programas governamentais com o ingresso em Programas de Pós-graduação (PPGs) no Brasil. Considerando o ingresso na pós-graduação nas grandes áreas relacionadas às áreas prioritárias do programa Ciência sem Fronteiras observa-se um comportamento no qual os ingressantes do grupo de controle (ou seja, aqueles que não participaram de programas de Iniciação Científica – IC nem do CsF) possuem uma tendência a ingressar mais em programas de menor maturidade (nota 3), reduzindo gradualmente (e às vezes, vertiginosamente) a taxa de ingresso em programas de excelência (nota 7). Nessas mesmas grandes áreas, quando se observam os ingressos de participantes de IC ou CsF, nota-se um comportamento oposto: os estudantes ingressam em menor proporção em cursos de menor maturidade (nota 3) e, à medida que se aumentam as notas até 6 e 7, o percentual de ingresso também cresce. Dentre os países de destino, na maioria, a taxa de ingresso de participantes de IC ou CsF em PPGs de excelência foi bastante superior à taxa de ingresso dos estudantes pertencentes ao grupo controle. Nos Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha nos quais esses bolsistas tiveram formação acadêmica pelo CsF, observa-se que o ingresso nos PPGs de excelência foi potencializado pela participação também em programas de IC. Diante dos dados apresentados, é forte o indício de que a iniciação científica e a experiência no exterior durante a graduação contribuem substantivamente para a formação de recursos humanos de alto nível em PPGs de qualidade e excelência acadêmica reconhecidos nacional e internacionalmente. Destaca-se que tais políticas públicas contribuíram efetivamente para o ampliar o ingresso dos estudantes do ensino superior em PPGs de excelência acadêmica e de reconhecimento internacional, potencialmente contribuindo para o aprimoramento da formação de recursos humanos de alto nível no Brasil.pt_BR
dc.description.abstractThis doctoral thesis presents a brief description of public policies: Institutional Programs for Scientific Initiation Scholarships (PIBIC), Technological Development and Innovation Scholarships (PIBITI) and Science without Borders Program (CsF) correlating the participation of students in these government programs with admission in Graduate Programs (PPGs) in Brazil. Considering the entry into graduate programs in the main areas related to the priority areas of the Science without Borders program, there is a behavior in which the entrance of the control group (that is, those who did not participate in Scientific Initiation programs - IC or CsF ) have a tendency to enroll more in programs of lesser maturity (note 3), gradually reducing (and sometimes, vertiginously) the rate of entry into programs of excellence (note 7). In these same main areas, when observing the inflows of participants from IC or CsF, an opposite behavior can be seen: students enter in lesser proportion in courses of lesser maturity (note 3) and, as the grades are increased up to 6 and 7, the percentage of income also grows. Among the destination countries, in most cases, the admission rate of IC or CsF participants in excellent PPGs was much higher than the admission rate of students belonging to the control group. In the United States, United Kingdom and Germany in which these fellows received academic training from the CsF, it is observed that the entry into the PPGs of excellence was enhanced by participation also in IC programs. Ahead of presented data, there is a strong indication that scientific initiation and experience abroad during undergraduation contribute substantially to the formation of high level human resources in quality and academic excellence PPGs recognized nationally and internationally. It is noteworthy that such public policies contributed effectively to increase the entry of higher education students in PPGs of academic excellence and international recognition, potentially contributing to the improvement of the training of high-level human resources in Brazil.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPolítica de educação superiorpt_BR
dc.subjectEducação de pós-graduaçãopt_BR
dc.subjectInternacionalização da educaçãopt_BR
dc.subjectIniciação científicapt_BR
dc.subjectAluno egressopt_BR
dc.titleEfeitos dos programas de iniciação científica e Ciência sem Fronteiras na Pós-graduação Stricto Sensu Brasileira : um olhar sobre o egressopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.contributor.advisor-coCalabró, Lucianapt_BR
dc.identifier.nrb001122356pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Ciências Básicas da Saúdept_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2020pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Ficheros en el ítem

Thumbnail
   

Este ítem está licenciado en la Creative Commons License

Mostrar el registro sencillo del ítem