Show simple item record

dc.contributor.advisorGandin, Luis Armandopt_BR
dc.contributor.authorGolbspan, Ricardo Boklispt_BR
dc.date.accessioned2020-09-15T04:04:10Zpt_BR
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/213518pt_BR
dc.description.abstractEsta tese analisa a articulação entre a escolarização de jovens de classe média e os processos de distinção social em tempos de modernização conservadora. Ao “abrir a caixa fechada” da escola de classe média brasileira, a pesquisa situa os alunos e as alunas contextualmente, discutindo como suas formas de nomear o razoável e o possível são constrangidas pela lógica distintiva da escola, em particular sob a hegemonia de uma Nova Direita. Contudo, levando em conta o conceito de “articulação”, o trabalho sugere uma relação contraditória da determinação com o protagonismo de estudantes, posicionados não apenas como “receptores”, mas também como “sujeitos” da escola. Este reposicionamento relaciona-se particularmente ao caso de jovens de Ensino Médio, confrontados regularmente com representações sociais sobre o “futuro”, na medida em que passam pela transição da escola para a vida adulta. Metodologicamente, também no sentido de enfocar a relação entre o subjetivo e o objetivo, ao invés de reificar um polo ou outro, a opção é por uma “imaginação etnográfica”, a partir de uma combinação entre a agência autoral e o rigor teórico-metodológico. Sob esta perspectiva, os procedimentos de coleta, produção e análise de dados consistem em: observação participante da rotina de uma turma de Ensino Médio, entrevistas semi-estruturadas com estudantes e professores, grupos de discussão, análise de diários de alunos e alunas e análise de documentos da escola.. Teoricamente, discute-se o que o conceito de classe média explica e o que ainda há a ser explicado sobre a classe média no cenário brasileiro. Em diálogo com este debate, propõese um referencial teórico sobre classe em sua relação com a vida escolar, a partir de um encontro teórico nem ortodoxo, nem “desconstrucionista”, mas “reconstrutivo”. Assim, aprendendo com Apple, mobilizam-se conceitos neomarxistas, como “articulação”, “senso comum” e “hegemonia” junto com conceitos de Bourdieu, como “habitus”, “capital cultural” e “distinção social”. Os resultados da pesquisa compreendem os alunos e as alunas de classe média como agentes criativos, críticos e mesmo rebeldes, ao mesmo tempo em que privilegiados. Ao invés de serem um produto conformado e passivo da correspondência automática, dada a proximidade da sua cultura de classe à cultura escolar, ou dada a suposta “manipulação das elites”, os alunos e as alunas ativamente transformam sua experiência educacional, provocando rearticulações práticas em sua escola. Assim, ao confrontar assunções não-testadas sobre a educação da classe média, e ao priorizar o que Bourdieu chamou de objetividade subjetivada, no lugar dos idealismos ou dos mecanicismos, esta tese enfatiza o caráter contraditório e sem garantias da determinação.pt_BR
dc.description.abstractThis dissertation analyzes the articulation between middle class high school students’ schooling and social distinction in times of conservative modernization. By “opening the closed box” of Brazilian middle class school, this research situates students contextually. It connects them to specific ways of picturing what is reasonable or possible, once they are constrained by the distinctive logics of schooling, specially under the hegemony of the New Right. However, by applying the concept of “articulation”, this work suggests the contradictory relationship of determination and student agency, positioning young students not only as “receptors”, but also as “subjects” of school. This act of repositioning relates particularly to the social representations about the “future” that high schoolers too often face as they transition from school to adult life. Methodologically, also aiming at the articulation between objectivity and subjectivity, instead of reifying one or another, this tension is approached via an “ethnographic imagination”, a framework that intends to combine authorial agency and methodological stringency. Under this approach, data collection, production and analysis procedures consist of: participant observation of one high school class’s everyday life in school over the course of two months, semi-structured interviews with students and teachers, discussion groups, and an analysis of students' personal journals and other school documents. Conceptually, the discussion explores what the idea of a middle class condition in Brazil can explain, but also what remains unexplained about it, indicating the importance of learning from middle class students. In addition, thinking about the relationship between class and everyday life in school, this dissertation proposes a “reconstructive” approach on theory, instead of an orthodox or a “deconstructive” one. Then, by learning from Apple, it approximates neomarxist concepts such as “hegemony”, “articulation” and “common sense” to Bourdieu’s categories of “habitus”, “cultural capital” and “social distinction”. Results point to young middle class students as creative, critical and even rebellious agents, which doesn’t prevent them from embodying privilege. Instead of positioning students as the conformed, passive product of automatic correspondence, due to the proximity of their class culture to school culture or due to “elite’s manipulation”, this research discusses how students actively transform their educational experience, instigating practical rearticulations of their school. Therefore, by confronting untested assumptions about middle class education, and by prioritizing what Bourdieu called “subjected objectivity”, instead of mechanicism or idealism, this dissertation emphasizes the contradictory, not guaranteed character of determination.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectMiddle classen
dc.subjectClasse médiapt_BR
dc.subjectHigh schoolen
dc.subjectEtnografiapt_BR
dc.subjectEnsino médiopt_BR
dc.subjectEthnographyen
dc.subjectSocial distinctionen
dc.subjectArticulationen
dc.titlePor dentro da escola de classe média : distinção social e contradição em uma turma de ensino médiopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.identifier.nrb001117969pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2020pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record