Show simple item record

dc.contributor.advisorTucci, Carlos Eduardo Morellipt_BR
dc.contributor.authorGermano, Andrea de Oliveirapt_BR
dc.date.accessioned2020-03-13T04:16:42Zpt_BR
dc.date.issued1997pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/206756pt_BR
dc.description.abstractA estimativa da vazão ou o hidrograma numa bacia urbana sujeita a freqüentes alterações é um desafio para a hidrologia. Nesse estudo foram utilizados dados de algumas bacias brasileiras para estimar os parâmetros de dois modelos utilizados em bacias urbanas: SCS e IPH II. Foram utilizadas 28 bacias urbanas, com 230 eventos. Após a análise de consistência foram selecionados 132 eventos mais representativos. Os modelos foram ajustados aos eventos e avaliou-se a variabilidade do parâmetro CN do modelo SCS em cada bacia em função das condições iniciais de umidade. Para as bacias com menor índice de impermeabilização pode-se relacionar as perdas iniciais com o estado de umidade do solo. Já para as bacias com alto índice de impermeabilização as perdas iniciais não variaram com as condições de umidade do solo; no entanto, nestas bacias as perdas iniciais variaram com a magnitude e distribuição espacial do evento. Os parâmetros do modelo IPH II também foram ajustados com bons resultados na maioria das bacias. Um quadro resumo de parâmetros e características das bacias foi obtido para orientar usuários do modelo. Com base nos resultados obtidos podemos recomendar os valores aqui determinados para bacias onde não existam dados desta natureza, desde que as mesmas assemelhem-se fisicamente e particularmente no comportamento hidrológico.pt_BR
dc.description.abstractFlow estimates or hydrographs in an urban basin subject to frequent changes are a challenge to hydrology. ln the present study data from several Brazilian drainage basins were used to estimate the parameters of two models applied in urban catchments: SES and IPH II. Twenty-eight urban catchments were used, with 230 events. After the consistency was analyzed, 132 representative events were selected. The models were fitted to the events, and the variability of parameter CN of model SES was assessed for each basin considering the initial moisture conditions. ln less impervious basins the initial losses can be related to soil moisture. On the other hand, in basins with a high rate of imperviousness, the initial losses did not vary with soil moisture, but in these basins the initial losses varied depending on the magnitude and spatial distribution of the event. The parameters of model IPH II were also fitted, with good results in most basins. A graphic summarizing the basins parameters and characteristics was obtained to guide model users. Based on the results obtained we can recommend the values determined here for basins where no data of this kind exist, if the basins are physically similar and particularly as regards hydrologic behavior.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectHidrologia urbana : Bacia urbanapt_BR
dc.subjectModelos hidrológicospt_BR
dc.subjectDilúvio, Arroio, Bacia do (RS)pt_BR
dc.titleEstimativa de parâmetros hidrológicos em algumas bacias urbanas brasileiraspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000237249pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Pesquisas Hidráulicaspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hidricos e Saneamento Ambientalpt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date1997pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record